O bilionário Elon Musk se envolveu em mais uma polêmica no Twitter nesta terça-feira (23). Dessa vez, o CEO da Tesla disparou críticas à corretora de criptomoedas Binance por conta de uma falha técnica que afetou o dogecoin.

Este mês a moeda digital passou por uma atualização, o que, segundo a Binance, causou problemas quando alguns clientes tentavam efetuar saques. Em comunicado, a exchange declarou que o problema afetou poucos usuários.

publicidade

A “treta” começou após Musk declarar em um tuíte que o tal erro “parecia duvidoso”, o que imediatamente levou a corretora a responder à alegação: “Ei @elonmusk – não, nada duvidoso – apenas frustrante, estamos trabalhando nisso”.

Em resposta, Musk afirmou que os clientes da Binance, a maior corretora de cripto do mundo, deveriam estar protegidos contra erros como esse: “Os detentores do Doge que usam a Binance devem ser protegidos de erros que não são culpa deles”, disse.

Em sua defesa, a Binance diz que já está trabalhando na rede DOGE, mas a resolução da questão pode demorar, já que a corretora terá que trabalhar na reconstrução de todas as carteiras que possuem a criptomoeda. 

Veja também

A novela não parou por aí, após as explicações da Binance, o CEO da empresa, Changpeng “CZ” Zhao, comprou a briga. O executivo rebateu as críticas de Musk com um artigo sobre o fato da Tesla ter que efetuar o recall de 12 mil veículos por uma falha de software.

No fim, os ânimos acalmaram após Musk postar no microblog que não usa o Binance: “nenhum inconveniente para mim pessoalmente. Apenas levantando esta questão em nome de outros donos de doge”.

Zhao respondeu que sua reação foi exagerada em virtude do uso do termo “shady”, que pode sugerir que algo desonesto estava sendo feito por parte da Binance. Por fim, o executivo reforçou que a companhia está trabalhando para corrigir o problema “o mais rápido possível”.

Sobre o dogecoin

Ilustração de criptomoeda dogecoin
Imagem: mk1one/Shutterstock

Criada em 2013, o dogecoin ficou popular por conta das postagens de Elon Musk defendendo a criptomoeda. Atualmente, o ativo acumula números importantes, como o seu crescimento anual de 6.000% em 2020. Atualmente, a “meme coin” é a décima criptomoeda mais valiosa do mundo, com capitalização de US$ 28,86 bilhões.

Na manhã de hoje, sua cotação era de US$ 0,21 (R$ 1,22), segundo o agregador independente de dados de criptomoedas CoinGecko.

Imagem principal: Stanslavs/Shutterstock

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!