O governo do Japão confirmou, nesta terça-feira (30), o primeiro caso da Ômicron, nova variante do coronavírus. A cepa atingiu o país por meio de um turista que recentemente chegou da Namíbia, na África.

De acordo com as informações do secretário-chefe do gabinete, Hirokazu Matsuno, o homem de 30 anos testou positivo ainda na chegada ao aeroporto de Narita no último domingo (28). As autoridades aplicaram o protocolo de segurança e o passageiro foi isolado em um hospital, onde está sendo monitorado. Só nesta terça que uma análise do genoma feita pelo Instituto Nacional de Doenças Infecciosa identificou a Ômicron.

publicidade
Ômicron Japão
Japão confirma primeiro caso da Ômicron. Imagem: Shutterstock

Todos os passageiros do mesmo vôo foram identificados e notificados pela agência sanitária do Japão para acompanhamento. Outras duas pessoas que estavam na aeronave testaram negativo, mas mesmo assim foram colocadas em quarentena.

Matsuno afirmou que o governo manterá controles rígidos de fronteira. O Japão, inclusive, já anunciou na última segunda-feira (29) que vai proibir visitantes estrangeiros a partir de hoje como uma precaução de emergência contra a Ômicron. A medida está prevista para ir até o final deste ano.

Quais são os possíveis sintomas da Ômicron, que chegou ao Japão?

A variante Ômicron está causando alerta no mundo inteiro por conta de sua série de mutações, que também podem trazer alguns sintomas diferentes de outras versões do vírus da Covid-19. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), ainda vão levar algumas semanas para que o mundo consiga entender com mais precisão a nova cepa, mas o que os relatos sobre ela dizem até o momento?

Leia mais:

De acordo com Angelique Coetzee, a primeira médica a alertar sobre a Cepa na África do Sul, ela percebeu que os pacientes poderiam estar com uma nova variante justamente por conta dos sintomas que, segundo ela, eram diferentes, mas incomuns para pacientes com Covid-19.

“Os sintomas deles eram tão diferentes e mais leves daqueles que eu tinha tratado antes”, explicou em entrevista ao jornal The Telegraph falando sobre a descoberta da variante Ômicron. A médica contou ainda que os pacientes eram jovens com sintomas leves.

Para saber mais, acesse a reportagem do Olhar Digital.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!