Os herdeiros da grife italiana Gucci enviaram na segunda-feira (19) uma carta à imprensa criticando o filme ‘Casa Gucci’ (‘House of Gucci’ na versão em inglês) estrelado por Lady Gaga e Adam Driver. Segundo informações do tabloide The Hollywood Repórter, a família alegou que Ridley Scott, diretor do filme, não se preocupou em consultar os herdeiros e retratou seus familiares como “bandidos, ignorantes e insensíveis.”

“A família Gucci reserva-se o direito de tomar qualquer iniciativa para proteger seu nome e imagem, assim como os de seus familiares”, diz a carta publicada pela agência de notícias italiana Ansa.

publicidade

Leia mais!

O documento também critica a forma como Patrizia Reggiani foi apresentada no longa, “uma mulher condenada por ordenar o assassinato de Maurizio Gucci, [apresentada] como vítima”.

A família mencionou ainda a possibilidade de entrar com uma ação judicial contra a produção, devido a apresentação não ter sido fiel aos integrantes da família – causando uma crise de imagem.

O Olhar Digital assistiu com exclusividade ao filme, confira aqui o que achamos. Por aqui, assista ao trailer de ‘Casa Gucci’!

house of gucci
‘Casa Gucci’: família se ofende e ameaça possível ação judicial contra o filme. Imagem: Divulgação

O que aconteceu na família Gucci?

O filme ‘Casa Gucci’ é baseado no livro homônimo que narra a história do assassinato de Maurizio Gucci (interpretado por Adam Driver), empresário e chefe da grife, encomendado por sua ex-esposa, Patrizia Reggiani (personagem de Lady Gaga), em 1995. Ele foi baleado na escadaria do escritório, quando chegava para trabalhar.

Maurizio e Patrizia se casaram em 1973 e tiveram duas filhas, Alessandra e Allegra. Uma crise se instaurou sob o matrimônio em 1980. Em 1991, o executivo decidiu pelo divórcio. Algum tempo depois o empresário entrou em um novo relacionamento, o qual a ex-esposa não aceitou, sendo esse o motivo para o crime.

Patrizia Reggiani foi presa em janeiro de 1997 e condenada no ano seguinte por orquestrar o assassinato do ex-marido e condenada a 29 anos de prisão. Em 2000, a sentença foi reduzida para 26 anos. A mulher foi libertada em outubro de 2016, após cumprir 18 anos da sentença.

Maurizio assumiu a empresa após a morte de seu pai, Aldo Gucci, em 1990, o fundador da grife de luxo. O assassinato de Maurizio Gucci foi um dos acontecimentos mais marcantes da década de 1990 na Itália.

‘Casa Gucci’ é dirigido pelo cineasta britânico Ridley Scott, de 84 anos, consagrado por filmes emblemáticos como ‘Blade Runner’, ‘Thelma & Louise’, ‘Gladiador’, e ‘Robin Hood’.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!