A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou nesta sexta-feira (3) um tratamento inédito para pacientes com câncer de pulmão em estágios iniciais. A terapia com o atezolizumabe é a primeira do tipo para pacientes com esse tipo de tumor.

A droga é desenvolvida pela farmacêutica Roche e já está disponível no Brasil. O tratamento já é utilizado atualmente em pacientes com metástase, mas as pesquisas mostraram que ele também é bastante eficiente contra o câncer de pulmão inicial.

publicidade

Novo tratamento contra o câncer de pulmão

As pesquisas indicaram que o uso do medicamento, junto com a quimioterapia e a cirurgia pode reduzir o risco de morte ou de retorno da doença em até 34% dos pacientes, o que pode ser determinante na cura da doença.

“É uma imunoterapia reconhecidamente eficaz, que já vem sendo usada para pacientes com metástase e que fez uma grande diferença no tratamento do câncer de pulmão. Geralmente, na oncologia, esse é o curso dos tratamentos. Começam na doença avançada e depois entra como adjuvante para diminuir a chance de a doença voltar”, disse ao O GLOBO, Clarissa Baldotto, diretora executiva do Grupo Brasileiro de Oncologia Torácica e oncologista clínica da Rede D’or do Rio de Janeiro.

O tratamento é indicado para o câncer de pulmão não pequenas células, responsável por 85% dos casos da doença. Aliás, tumores no órgão são a causa de 25% das mortes por câncer em geral, matando cerca de 1,8 milhão de pessoas por ano no mundo todo e 30 mil no Brasil.

Leia mais:

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!