Depois de uma viagem de aproximadamente seis horas de duração, mais duas horas de espera até a abertura das escotilhas, o bilionário japonês Yusaku Maezawa, seu assistente pessoal Yozo Hirano e o cosmonauta da Roscosmos, Alexander Misurkin, finalmente entraram na Estação Espacial Internacional (ISS), às 13h11 (horário de Brasília) desta quarta-feira (8).

Com a chegada da tripulação da nave russa Soyuz MS-20, agora a ISS conta com dez pessoas a bordo. Todos eles se reuniram na cerimônia de boas vindas, quando os novos hóspedes puderam ver os amigos e familiares, que aguardavam contato diretamente do Cosmódromo Baikonur, no Cazaquistão.

publicidade
O cosmonauta Alexander Misurkin foi o primeiro a entrar na ISS. Imagem: NASATV
Depois, foi a vez do bilionário Yusaku Maezawa. Imagem: NASATV
Yozo Hirano, assistente pessoal de Maezawa, foi o último a entrar no laboratório orbital. Imagem: NASATV

Estação Espacial Internacional agora tem 10 moradores

“Estamos felizes em ouvir e ver vocês e felizes também por poder estar falando com vocês. Muito bem! Amo vocês. Obrigado, mãe. Nós amamos todos vocês”, disse Misurkin.

Ele foi o primeiro a entrar no laboratório orbital, assim que a escotilha principal da estação foi aberta. Em seguida, foi a vez de Maezawa e, por último, Hirano. Os três se juntaram ao comandante da Expedição 66, Anton Shkaplerov, e ao cosmonauta Pyotr Dubrov, ambos da Roscosmos, agência espacial russa, além dos astronautas da Nasa Mark Vande Hei, Raja Chari, Tom Marshburn e Kayla Barron e do astronauta da Agência Espacial Europeia (ESA) Matthias Maurer.

Os tripulantes da espaçonave Soyuz MS-20 (de azul) junto com os sete astronautas que trabalham atualmente na ISS, na cerimônia de boas vindas. Imagem: NASATV

Além da visita de 12 dias à ISS, Maezawa tem mais uma grande ambição: ser o primeiro turista espacial a completar um voo ao redor da Lua. Para isso, ele tem um contrato com a Space Adventures, que usará uma cápsula Crew Dragon da SpaceX.

Leia mais:

Esta é a primeira vez em mais de uma década que os russos levarão turistas estrangeiros à ISS. O último foi o canadense Guy Laliberte, cofundador do Cirque du Soleil, em 2009.

Entretanto, a missão mais recente de uma Soyuz, a MS-19, levou à ISS a atriz russa Yulia Peresild e o cineasta Klim Shipenko. Eles decolaram em 5 de outubro também para uma estadia de 12 dias, durante os quais gravaram cenas de um filme chamado O Desafio, o primeiro a ser rodado em órbita da Terra.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!