A Ford está anunciando o uso de plástico marinho 100% reciclado na produção do SUV médio Bronco Sport. Com a iniciativa, a montadora se coloca como a primeira a usar esse tipo de material sustentável para produzir peças automotivas.

Apesar do anúncio conter um leve “ar” de grande revolução ecológica, a peça em específico se trata de um clipe (uma presilha) usado para guiar cabos que alimentam os airbags de cortina lateral do automóvel. Pesando apenas cinco gramas, cada componente é preso aos bancos da segunda fileira do Bronco Sport, ficando invisível para os ocupantes do veículo e mantendo os cabos devidamente presos em suas posições.

publicidade
clipe produzido com plástico reciclável do oceano para ser usado no Bronco Sport
Imagem: Divulgação/Ford

Segundo a Ford, os novos componentes de plástico reciclado exigirão menos energia para serem produzidos e são 10% mais baratos. A montadora acredita que esses novos clipes “representam um grande primeiro passo nos planos da empresa de produzir outras peças de plástico marinho reciclado”.

O plástico necessário ao processo é coletado no Oceano Índico e no Mar da Arábia. Mesmo depois de passar algum tempo em água salgada e sob a luz do sol, o material é tão forte e durável quanto clipes desenvolvidos com petróleo – conforme mostram testes da Ford. A iniciativa visa promover uma vida marinha mais saudável, reduzindo o desperdício de aterros e gerando empregos.

Plástico, o grande vilão

Segundo o anúncio da Ford, até 13 milhões de toneladas de plástico entram no oceano a cada ano, ameaçando a vida marinha e poluindo as costas. Os dados são da organização sem fins lucrativos Pew Charitable Trusts. “Muito disso é atribuído à indústria pesqueira, que passou a contar com redes de pesca de plástico e outros equipamentos devido à durabilidade, leveza, flutuabilidade e baixo custo do material”.

Dentre as grandes ameaças à vida marinha causadas pelo plástico, há a criação de redes fantasmas, que compreendem quase 10% de todos os resíduos plásticos derivados do mar. Elas prendem e matam peixes, tubarões, golfinhos, focas, tartarugas marinhas e até pássaros.

infográfico sobre a produção do clipe para o Bronco Sport
Imagem: Divulgação/Ford

Após a coleta do plástico, o processo consiste em lavagem com água salgada, secagem e transformação do material em pequenos grânulos, que são então moldados por injeção no formato do clipe desejado para o Bronco Sport.

A Ford já está planejando itens adicionais usando plástico reciclado do oceano, incluindo suportes de transmissão, blindagens de fios e trilhos laterais do piso. Todas as peças fixas com demandas de resistência e durabilidade que o material pode atender ou exceder.

Leia mais:

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal.