O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), afirmou nesta quinta-feira (9) que ainda não tomará nenhuma decisão sobre o carnaval de 2022 na cidade. De acordo com ele, não há nenhum indicador de saúde que faça a gestão alterar o calendário de eventos municipais antes de 2022 chegar.  

“Obviamente, se tivesse uma situação da Ômicron que nos colocasse em alerta, que ela fosse mais grave do que as outras variantes, que a saúde colocasse, eu cancelaria. Mas hoje, sinceramente, com muita tranquilidade, não tem necessidade de tomar essa decisão agora. Não tem por que cancelar o carnaval agora, seria prematuro”, disse Nunes durante uma coletiva na entrega da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Vergueiro.  

publicidade

Leia também!

O prefeito da maior cidade do Brasil ainda fez questão de frisar que a Corrida São Silvestre vai acontecer e que os protocolos de prevenção apresentados pela empresa responsável pelo evento foram aprovados pela Secretaria da Saúde de São Paulo.  

“As pessoas terão que estar vacinadas, obrigatória a comprovação da vacinação para retirar os kits pra poder correr, houve liberação da Secretaria da Saúde”, explicou Nunes.  

Sambódromo do Anhembi durante o desfile de uma escola de samba
Prefeito de SP afirma que cancelar Carnaval por conta da Ômicron é “prematuro” (Imagem: BW Press/Shutterstock)

Apesar de apontar que ainda é cedo demais para cancelar o Carnaval em São Paulo, o prefeito Ricardo Nunes anunciou recentemente que o tradicional Réveillon na Avenida Paulista seria cancelado por conta da variante Ômicron do coronavírus. 

Além disso, a cidade de São Paulo também manteve obrigatório o uso das máscaras de proteção contra a Covid-19. Anteriormente, esperava-se que o equipamento fosse liberado ao ar livre no começo de dezembro.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!