Na manhã desta terça-feira (14), o CEO da Tesla, Elon Musk, anunciou que a montadora de carros elétricos começará a aceitar pagamentos em dogecoin para a compra de produtos de merchandising, como brindes e camisetas.  

O bilionário não deixou nenhuma previsão para quando a criptomoeda será aceita no pagamento dos veículos, tampouco se um dia ela será aceita para este tipo de transação. O anúncio foi realizado pelo Twitter, rede social onde Musk mantém o maior contato com seus fãs e seguidores.  

publicidade

Leia também!

A mensagem do dono da Tesla impulsionou o dogecoion e o ativo digital disparou cerca de 33%. Está não é a primeira vez que Elon Musk influencia no valor do ativo digital que nasceu de um meme.  

O bilionário foi responsável por outras grandes altas da moeda em 2020 e 2021, quando postou mensagens em seu Twitter brincando com o nome ou símbolo do criptoativo.

Ilustração de criptomoeda dogecoin
Elon Musk anuncia que Tesla aceitará dogecoin e criptomoeda valoriza 33%: Imagem: Stanslavs/Shutterstock

Na última segunda-feira (13), Elon Musk afirmou em entrevista a revista norte-americana Time, na qual foi eleito como ‘Personalidade do Ano’, que o bitcoin não seria uma boa substituta para a moeda transacional tradicional, enquanto o dogecoin desempenharia esse papel da maneira mais correta.  

A posição de Elon Musk não agrada especialistas do mercado de ativos digitais. Muitos apontam que o dogecoin não possui tecnologia suficiente para se tornar um método de pagamento oficial, além de sofrer com um alto nível de centralização, ou seja, poucos investidores são donos de grande parte da oferta da moeda. 

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!