A Realme aproveitou o começo desta segunda-feira (20) para confirmar alguns dos vazamentos recentes sobre seu primeiro smartphone topo de linha, o GT 2 Pro. Este celular trará um novo material para a traseira, além de melhorar o sinal de Wi-Fi, 5G e até mesmo do NFC presente no dispositivo.

Ainda não foi neste evento que a Realme deu todos os detalhes técnicos sobre seu primeiro smartphone topo de linha, mas ao menos a marca chinesa resolveu confirmar boatos e comentar sobre algumas das novidades que estarão presentes neste celular, focando em três pilares: acabamento, câmeras e comunicações.

publicidade

Leia também

Suposto Realme GT 2 Pro (Imagem: divulgação/OnLeaks)
Suposto Realme GT 2 Pro (Imagem: divulgação/OnLeaks)

O primeiro deles vem do plástico utilizado na parte traseira do Realme GT 2 Pro, criado em parceria com a Sabic, da Arábia Saudita. Este novo polímero também utiliza fontes vegetais, como folhas de árvores e polpa de celulose para sua estrutura, diminuindo a dependência de petróleo para criar algo forte e durável.

Realme GT 2 Pro envia menos plástico na caixa

Outra mudança pensando no meio ambiente está na embalagem do produto. O Realme GT 2 Pro vai diminuir a quantidade de plástico enviado na caixa, de 21,7% na geração passada para 0,3% neste novo celular.

Já em fotografia, o Realme GT 2 Pro será capaz de capturar 150 graus de campo de visão com a lente ultrawide. Este número é maior quando comparado ao mesmo tipo de imagem feita com um iPhone 13 Pro Max e seus 120 graus, ou mesmo uma GoPro Hero 10 Black com 132 graus – neste caso ela pode chegar em 155 graus, mas apenas com uma lente especial, chamada Max Lens Mod.

Lente ultrawide do GT 2 Pro (Imagem: reprodução/Realme)
Lente ultrawide do GT 2 Pro (Imagem: reprodução/Realme)

Em comunicações, o Realme GT 2 Pro traz um alinhamento de 12 antenas externas capaz de ser alterado internamente. Trocando o ponto onde chegam e saem as redes Wi-Fi ou 5G, de acordo com o local onde o usuário não encosta no aparelho, prometendo assim diminuir quedas de conexão.

A promessa é de aumentar em até duas vezes a força do sinal para estes tipos de conexões.

NFC utiliza mais antenas no aparelho

Por fim, a Realme aumentou a quantidade de antenas para uso de NFC e espalhou estes novos componentes para mais locais. O objetivo é aumentar o alcance deste tipo de conexão em 20%, além de criar mais áreas onde o GT 2 Pro pode ser reconhecido por um sensor de pagamento, abertura de portão do metrô, ou outro aparelho.

Novas antenas NFC do GT 2 Pro (Imagem: reprodução/Realme)
Novas antenas NFC do GT 2 Pro (Imagem: reprodução/Realme)

A Realme ainda precisa dizer mais sobre o GT 2 Pro, como quanta RAM ele carrega, como é o aparelho, qual é a capacidade das câmeras para além da lente ultrawide, tamanho da tela, ou mesmo a capacidade de bateria deste celular, como a recarga em alta velocidade.

A marca asiática ainda não definiu quando serão feitos estes anúncios, mas prometeu que eles acontecerão em breve – na CES de Las Vegas, talvez?

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!