A ex-diretora de marketing da Electronic Arts (EA), Kim Salzer, revelou durante um bate-papo na Twitch, plataforma de transmissão de jogos on-line, que a desenvolvedora tinha um projeto em andamento para criar um MMO (Massive Multiplayer Online) do “Harry Potter” antes mesmo do primeiro filme ser lançado.

Segundo a profissional, que agora atua para a empresa Original Gamer Life, na época, entre 2000 e 2003, os livros da saga estavam em alta com o lançamento de Harry Potter e o Cálice de Fogo (2000) e Harry Potter e a Ordem da Fênix (2003), além da sexta obra à vista, Harry Potter e o Enigma do Príncipe. O projeto, no entanto, foi cancelado, devido algumas mudanças da empresa na época e a incerteza de que o jogo faria sucesso.

publicidade

Leia mais!

“A EA estava passando por algumas mudanças naquela época”, disse Salzer, “e eles simplesmente não sabiam, ou acreditavam o suficiente que aquele IP teria uma vida útil mais longa do que um ou dois anos”.

Harry Potter e as relíquias da morte parte 2
Electronic Arts tinha projeto de MMO de “Harry Potter” antes dos lançamentos dos filmes. Imagem: Warner/Reprodução

Salzer explicou ainda que a equipe de desenvolvimento já havia construído um beta e feito todas as pesquisas necessárias para o jogo. A EA chegou a planejar, inclusive, o envio de prêmios e fitas para os jogadores numa “combinação offline e experiência online”.

 De acordo com o tabloide Polyogn, embora Salzer não tenha dado um ano exato em sua entrevista, seu mandato na EA ainda coincidiu com o lançamento dos dois primeiros filmes de Harry Potter, “Harry Potter e a Pedra Filosofal” (2001) e “Harry Potter e a Câmara Secreta” (2002). Durante os 10 anos que a EA deteve os direitos para desenvolver jogos do bruxo, a distribuidora pulicou mais de 10 títulos, mas a versão em MMO não saiu do papel.

Atualmente, a Warner Bros. possui todos os direitos do Wizarding World – universo ficcional de magia do Harry Potter – incluindo os jogos, publicados sob o selo Portkey Games, gravadora de videogame de propriedade da Warner criada em 2017.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!