A Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) anunciou o seu último balanço que trata da quantidade de portabilidades efetuadas pelas operadoras no Brasil. Segundo os números da agência, até o mês de novembro deste ano, a Oi foi a empresa de telecomunicações que mais perdeu clientes para as concorrentes.

Nesse período, foram 1,01 milhão de migrações da Oi Móvel para outras operadoras de telefonia móvel. A TIM, a pior colocada nesse quesito nos últimos dois anos, ficou com o segundo lugar, com a saída de 826 mil clientes.

publicidade

Em contrapartida, a Claro saiu na frente quando o assunto é quem recebeu mais assinantes no mesmo período, posição que já domina desde 2017 (segundo os números da Anatel). Foram 1,5 milhões de clientes vindos das concorrentes. Como comparativo, a Vivo, outro nome relevante do setor, recebeu 293,24 mil clientes até novembro.

Considerando os últimos 13 anos, desde que os dados de portabilidade começaram a ser contabilizados pelo órgão regulador, os relatórios revelam que Oi e TIM sempre estiveram entre as maiores perdedoras de assinantes.

Leia mais:

Oi também foi a que mais perdeu em telefonia fixa

Se no móvel os números não foram bons, o mesmo se repetiu na telefonia fixa, em que Oi — a maior concessionária do setor — também liderou as perdas em 2021, tomando o lugar da Vivo (que ficou nessa posição em 2019 e 2020). A Oi perdeu 239,94 mil clientes, enquanto a Vivo ficou com a segunda colocação, com menos 197,71 mil assinantes.

Considerando os treze anos de portabilidade, a Oi também foi a empresa que mais “doou” assinantes. Foram 5,57 milhões. 

No fim, a Claro repetiu o bom resultado também em telefonia fixa, se posicionando como a empresa que mais atraiu clientes das competidoras: 4,13 milhões.

Imagem principal: rafapress/Shutterstock

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!