O Twitter anunciou no último domingo (2) que suspendeu permanentemente a conta pessoal da deputada dos Estados Unidos Marjorie Taylor Greene. Segundo a plataforma, a decisão se deu por conta da disseminação em massa de informações sobre a pandemia e as vacinas da Covid-19.

A suspensão permanente da conta de Taylor Greene no Twitter se deu após um tuíte publicado no último sábado (1), que fazia referência a “quantidades extremamente altas de mortes por vacinas da Covid-19”. Além das informações falsas, ela também publicou um gráfico com dados enganosos.

publicidade

Quinta suspensão

Marjorie Taylor Greene foi eleita pelo estado da Geórgia para seu primeiro mandato em agosto de 2020. Crédito: Arquivo-Olhar Digital/Shutterstock

De acordo com o Twitter, essa foi a quinta vez que Marjorie Taylor Greene tem a conta suspensa, o que significa que ela não será restaurada. A quarta penalização havia acontecido em agosto e também se deu por conta de publicações falsas sobre as vacinas contra a Covid-19.

Na ocasião, Taylor Greene disse que “as vacinas estavam falhando”. Anteriormente, ela já havia tuitado que a Covid-19 não era perigosa e que as vacinas não deveriam ser obrigatórias. A suspensão se deu apenas na conta pessoal da deputada, o perfil oficial do mandato segue ativo por não ter violado regras do Twitter.

Ainda cabe recurso

“Deixamos claro que, de acordo com nosso sistema de strikes, suspenderemos permanentemente as contas por repetidas violações das políticas”, escreveu a porta-voz do Twitter, Katie Rosborough. A deputada ainda poderá recorrer da decisão, que pode ser revertida caso seja comprovado que a informação não é falsa.

Leia mais:

Em seu canal oficial no Telegram, Marjorie Taylor Greene declarou que o Twitter é um “inimigo da América” e que não consegue lidar com o que ela define como “a verdade”. A deputada está em seu primeiro mandato e foi eleita pela primeira vez em agosto de 2020 pelo estado da Geórgia.

Via: The New York Times

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!