Após a pressão imposta pela indústria de aviação, duas das maiores empresas de telecomunicações norte-americanas (AT&T e Verizon) decidiram atrasar o lançamento da Banda C da tecnologia 5G, previsto para esta quarta-feira (5).

Depois de inicialmente se posicionarem contra a ideia, AT&T e Verizon reverteram a decisão. As teles anunciaram que vão apoiar o atraso de mais duas semanas proposto pelas autoridades nesta segunda-feira (3). Vale ressaltar que os planos para iniciar as operações da nova banda do 5G já estavam suspensos desde o fim do ano passado por conta do impasse.

publicidade
Turbinas de um avião; AT&T e Verizon decidem apoiar atraso na implantação do 5G nos EUA
AT&T e Verizon vão atrasar por duas semanas a implantação da nova banda do 5G nos EUA. Imagem: frank_peters/Shutterstock

Tanto o secretário de transportes dos EUA, Pete Buttigieg, como a Administração Federal de Aviação (FAA) reforçaram o pedido por conta das preocupações sobre a influência do sinal da rede móvel nos sistemas de segurança dos aviões. 

Algo que foi ressaltado pelas fabricantes de aeronaves, que alertam sobre possíveis interferências do espectro em componentes eletrônicos como medidores de altitude, podendo até interromper voos. Airbus e Boeing, os dois maiores nomes do setor, afirmaram em dezembro que “o 5G pode afetar a capacidade das aeronaves de operar com segurança”.

Leia mais:

Sobre a decisão, a AT&T emitiu o seguinte comunicado: “Sabemos que a segurança da aviação e o 5G podem coexistir e estamos confiantes que mais colaboração e avaliação técnica resolverão quaisquer problemas”.

A FAA, por sua vez, agradeceu a cooperação das empresas: “Esperamos usar o tempo adicional para reduzir as interrupções de voo associadas à implantação do 5G”.

Além do adiamento, as teles estão dispostas a reduzir a disponibilidade do serviço em torno dos aeroportos americanos por seis meses como medida de segurança adicional. Algo que, segundo a BBC, foi uma estratégia adotada pelas teles na França. Por fim, no Brasil, Anatel e Embraer vão testar se o 5G também pode influenciar no pouso de aviões.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!