Zac Morey é um menino de nove anos que teve um Natal um tanto quanto inesperado em 2021. O garoto nascido na Inglaterra quase ficou parcialmente cego devido a um efeito colateral raro em pacientes de Covid-19.  

Morey ficou com o olho esquerdo tão inchado que perdeu completamente a visão. O menino foi diagnosticado com celulite orbitária, uma infecção de pele que diversos cientistas relacionam a presença do SARS-CoV-2.  

publicidade

“O olho dele parecia que ia explodir. Não havia como ele abrir sem puxar a pele. Estava inchado além de tudo que eu já vi”, afirma a mãe do pequeno paciente.  “Os médicos disseram que foi uma reação alérgica ao vírus que afeta as crianças”, explicou.

O pequeno foi colocado em um soro intravenoso e se recuperou completamente do problema.

Leia também!

A celulite orbital é uma infecção profunda do tecido cutâneo de origem bacteriana. O problema é comum em crianças entre 0 e 2 anos que ainda não possuem o sistema imunológico forte o suficiente para se defender da infecção, além de possuírem uma pele mais fina.  

O problema pode acontecer em decorrência de qualquer ferida no rosto, em que a criança passa a mão e leva a bactéria até a pele. No caso de Morey, sua mãe percebeu o problema sete dias após o garoto ter sido diagnosticado com Covid-19.  

A criança passou os sete dias em isolamento e para se distrair ficou jogando videogame. Ao relatar o incômodo no olho, a mãe pensou ter relação com o tempo que o filho passou em frente às telas, mas quando viu o olho inchar, levou o garoto ao hospital.  

Reação da Covid-19  quase deixou cego

Olhos vermelhos e irritados são sintomas incomuns da Covid-19, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), mas estudos apontam que a infecção pelo SARS-CoV-2 pode ter relação com a celulite orbitária.  

Um dos trabalhos aponta que “pacientes infectados com SARS-CoV-2 podem apresentar sintomas de conjuntivite aguda, incluindo vermelhidão nos olhos, irritação ocular, dor nos olhos, sensação de corpo estranho, lacrimejamento, secreção mucoide, inchaço da pálpebra, congestão e quemose”. 

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!