Você já ouviu falar que riqueza atrai riqueza? Pois essa premissa tem sido confirmada no universo dos bilionários. Os principais magnatas do planeta atingiram uma fortuna de US$ 8,4 trilhões em 2021, o equivalente a R$ 47 trilhões, com um detalhe: os 500 mais ricos tiveram um aumento considerado excelente em suas riquezas em apenas 12 meses. E muitos desses bilionários já são amplamente conhecidos no meio tecnológico, como Elon Musk.  

A quantia já conquistada por esses bilionários é tão grande que supera o Produto Interno Bruto (PIB), a soma de todas as riquezas de um país, de potências como o Japão, Alemanha e Reino Unido, incluindo o PIB da América Latina.  

publicidade

Veja quem aumentou a riqueza  

Influenciados pelas altas consideráveis registradas na bolsa de valores de Wall Street ao longo de 2021, esses magnatas conseguiram aumentar o valor de suas propriedades, criptomoedas, empresas, commodities e inúmeros produtos, mesmo com todas as problemáticas impostas pela pandemia de Covid-19.  

Leia mais:

Elon Musk  

Mais uma vez, Elon Musk foi destaque: o CEO da Space X e da Tesla teve o maior aumento na fortuna, com um crescimento de 75% em apenas um ano. Ele ficou na frente de bilionários bem conhecidos na mídia global, como Jeff Bezos e Bill Gates. ,

Na última terça-feira (4), Musk conseguiu mais US$ 32 bilhões para sua fortuna, acumulando US$ 273,5 bilhões, o que corresponde a R$ 1,5 trilhão. O aporte veio por conta de uma supervalorização das ações da Tesla após o anúncio do lançamento de 936 mil veículos elétricos em 2021. 

Elon Musk dirige o novo Tesla Model S Plaid em evento de apresentação. Imagem: Youtube/Reprodução
Mais uma vez, Elon Musk, se mantém como o homem mais rico do mundo, acumulando uma fortuna de R$1,5 trilhão Imagem: Youtube/Reprodução

Larry Page e Sergey Brin 

Os co-fundadores do Google, o gigante da tecnologia, também observaram um aumento de 57% e 56% em suas riquezas. 

Entram ainda na lista o presidente da marca de luxo Louis Vuitton Moët Hennessy, Bernard Arnault, o ex-CEO da Microsoft, Steve Ballner, entre outros.   

No entanto, houve algumas quedas, como na elite bilionária da China, que registrou perdas de US$ 61 bilhões, o equivalente a R$ 346 bilhões.   

Para quem tem grandes fortunas, as atenções se voltam neste ano para possíveis aumentos da inflação, recuperação econômica diante das novas variantes da Covid-19, vacinação, comércio externo, além de conflitos políticos. 

Veja quem são os dez maiores bilionários do planeta

Abaixo está a lista com os dez bilionários do mundo com suas respectivas fortunas acumuladas nos últimos anos em propriedades, empresas, ações, entre outros investimentos:

  • Elon Musk: US$ 270 bilhões; 
  • Jeff Bezos: US$ 192 bilhões; 
  • Berard Arnault: US$ 178 bilhões; 
  • Bill Gates: US$ 138 bilhões; 
  • Larry Page: US$ 128 bilhões; 
  • Mark Zuckerberg: US$ 125 bilhões; 
  • Sergey Brin: US$ 124 bilhões; 
  • Steve Ballmer: US$ 120 bilhões; 
  • Warren Buffet: US$ 109 bilhões; 
  • Larry Ellison: US$ 107 bilhões. 

Mundo dos extremos

No outro extremo do globo, 40% da população mais pobre ainda sofre os efeitos da crise econômica imposta pela pandemia, com um efeito devastador: mais de 100 milhões de pessoas entraram na linha da pobreza, segundo relatório do Banco Mundial.    

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal.