Sidney Poitier, grande ator de Hollywood e primeiro negro a vencer o Oscar na categoria Melhor Ator, morreu nesta sexta-feira (7) aos 94 anos. A informação foi confirmada por Fred Mitchell, Ministro das Relações Exteriores das Bahamas. A causa e o local da morte ainda não foram divulgados.

Filho de casal bahamense e cidadão bahamense-americano – por nascer em Miami, em 1927 – Poitier levou o Oscar por seu trabalho em “Uma Voz nas Sombras”, de 1963, e também era conhecido por sua atuação em “Ao Mestre, com Carinho”, “Adivinhe Quem vem para Jantar” e “No Calor da Noite”, todos lançados em 1967.

publicidade
Morre Sidney Poitier, primeiro negro a vencer o Oscar. Imagem: Everett Collection/Shutterstock

O ator ficou conhecido por encabeçar produções com temas raciais, abordando os direitos civis dos negros e fazendo críticas a estereótipos, dos quais fugia. Ele era um dos últimos astros vivos da Era de Ouro de Hollywood e chegou a ser homenageado pela Academia em 2002, recebendo uma premiação por sua contribuição ao cinema.

Leia mais!

Em “O Ódio é Cego”, de 1950, ele deu vida a um médico que precisa lidar com pacientes racistas. Em “Adivinhe Quem vem para Jantar”, de 1967, o ator era o namorado de uma moça branca que o apresenta à família e passa a buscar aprovação para o casamento.

Poitier foi casado por 45 anos com sua esposa, Joanna, e tinha seis filhas. Entre elas, a atriz americana Sydney Tamiia Poitier.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!