Atualizada às 18h – Imagens assustadoras de um deslizamento de rochas nas encostas do cânion do Capitólio, região centro-oeste de Minas Gerais, passaram a circular nas redes sociais neste sábado (8). Nesta manhã, uma imensa rocha desabou sobre barcos de turistas. Inicialmente, falavam-se em 15 pessoas atingidas, mas o Corpo de Bombeiros informou, por volta das 17h30, que 32 pessoas ficaram feridas, com nove hospitalizadas. Cinco pessoas morreram.

As vítimas fatais estavam nas embarcações, no lago de Furnas. Já os feridos, de acordo com o Corpo de Bombeiros, foram enviados para hospitais da região. Dos três barcos atingidos pela rocha, dois afundaram. Ainda há pessoas desaparecidas.

publicidade

Leia mais:

Além dos bombeiros dos quartéis da região, mergulhadores se deslocaram para o ponto do acidente, mas esses terão que interromper o trabalho ao escurecer. O Batalhão de Operações Aéreas foi acionado, mas as aeronaves não conseguiram continuar a viagem por causa do mal tempo. Ainda segundo os bombeiros, uma tromba d’água, a princípio, teria causado o desprendimento da rocha em Capitólio.

A Marinha vai abrir um inquérito para apurar o acidente. Uma nota do órgão, publicada também pelo EM, destaca que as equipes de busca e salvamento foram enviadas a Capitólio “a fim de prestar o apoio necessário às tripulações envolvidas no acidente”.

O jornal mineiro O Tempo publicou o vídeo do momento exato em que a rocha se solta do cânion e atinge as embarcações, em Capitólio. Confira:

Um outro vídeo mostra os barcos deixando o local após o acidente em Capitólio. Uma voz masculina pede “calma”, enquanto é possível ouvir o desespero de outros turistas presentes no cânion. As pessoas então começam a orientar quem está ao redor a também ir embora. Veja:

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!