Dono de uma fortuna estimada em US$ 96 bilhões (praticamente R$ 538 bilhões na cotação atual), o fundador e CEO da corretora de criptomoedas Binance, Changpeng Zhao (também conhecido como ‘CZ’), acaba de entrar para o time seleto dos mais ricos do planeta, segundo o Índice de Bilionários calculado pela Bloomberg.

Com uma quantia capaz de rivalizar com outras figuras do mundo da tecnologia como Larry Ellison (US$ 109 bilhões), cofundador e diretor executivo da Oracle, e Steve Ballmer (US$ 112 bilhões), que deixou o cargo de CEO da Microsoft em 2014, é a primeira vez que o capital de Zhao é estimado pela agência.

publicidade
Apesar de ter nascido na China, Changpeng Zhao mora no Canadá desde criança. Onde já foi até atendente do McDonald's. Em 2017, CZ criou a Binance.
Apesar de ter nascido na China, Changpeng Zhao mora no Canadá desde criança. Onde já foi até atendente do McDonald’s. Em 2017, CZ criou a Binance. Imagem: Binance/Divulgação

Apesar de já se tratar de um número que impressiona, vale ressaltar que a sua reserva pessoal em criptomoedas não foi considerada nos cálculos. Segundo a Bloomberg, adicionando o valor estimado em criptoativos, o número pode saltar para a casa dos US$ 120 bilhões, posicionando Zhao quase no mesmo patamar de riqueza que Mark Zukcerberg (US$ 122 bilhões), por exemplo.

Leia mais:

No setor de ativos digitais, quem mais se aproxima da fortuna atual de Changpeng Zhao é o fundador da corretora FTX, San Bankman-Fried (US$ 15,4 bilhões). Confira abaixo quem são os onze primeiros na lista das pessoas mais ricas do mundo, conforme o índice da Bloomberg:

  1. Elon Musk (US$ 217 bilhões)
  2. Jeff Bezos (US$ 187 bilhões)
  3. Bernard Arnault (US$ 166 bilhões)
  4. Bill Gates (US$ 134 bilhões)
  5. Larry Page (US$ 123 bilhões)
  6. Mark Zuckerberg (US$ 122 bilhões)
  7. Sergey Brin (US$ 119 bilhões)
  8. Warren Buffett (US$ 115 bilhões)
  9. Steve Ballmer (US$ 112 bilhões)
  10. Larry Ellison (US$ 109 bilhões)
  11. Changpeng Zhao (US$ 96 bilhões)

Por fim, também vale destacar que a Binance é considerada a maior exchange de criptomoedas do mundo, registrando um volume diário de negociação acima da faixa dos US$ 100 bilhões. Em receita, é calculado também pelo Bloomberg que o negócio gerou pelo menos US$ 20 bilhões em 2021.

Via: Infomoney, G1