A falta de chips está afetando várias indústrias desde o ano passado, impactando a produção do iPhone 13, paralisando a produção em fábricas da Volkswagen, e agravando a escassez de PlayStation 5 no mercado. Agora a crise chegou para um setor que pouca gente esperava, o de cartuchos de impressora da Canon.

A fabricante de câmeras e impressoras está sendo obrigada a enviar encomendas de cartuchos sem os chips que confirmam que os produtos contêm tinta realmente produzida pela Canon. A companhia já começou a entrar em contato com seus clientes para tentar resolver o problema. 

publicidade

Como o site AppleInsider apontou, os chips nos cartuchos de impressora possuem funções como determinar quanta tinta ainda há no toner. Outra função é garantir que os usuários usem cartuchos oficiais da companhia, e evitar o uso de tinta fabricada por outras empresas ou de produtos piratas. 

O site da Canon Europe publicou uma lista das impressoras multifuncionais imageRunner que usam cartuchos afetados pela crise de chips. Segundo a companhia, “não há impacto negativo na qualidade de impressão ao usar os cartuchos sem os componentes eletrônicos”, mas isso pode afetar a capacidade de “detectar os níveis do toner”. A página de suporte do site da Canon também explica como usar os cartuchos afetados nas impressoras, com instruções sobre como contornar o aviso de “cartucho com defeito”.

Leia mais:

Não há informações sobre se outras fabricantes de impressoras também estão sendo afetadas pela falta de chips. Também não está claro quanto tempo o problema vai durar para a Canon.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!