Se você é canhoto e utiliza algum smartwatch equipado com o sistema operacional Wear OS, saiba que finalmente o relógio poderá ser invertido para um uso mais confortável. A novidade foi confirmada pelo próprio Google, mas o recurso de acessibilidade só vai aparecer em aparelhos futuros.

O Wear OS, versão do Android utilizada para rodar em relógios inteligentes, não é bem o sistema operacional móvel mais popular nestes produtos – cenário completamente diferente do mundo dos smartphones. O próprio Google meio que abandonou sua criação, mas com a recente parceria feita entre o gigante das buscas e a Samsung, as coisas começaram a mudar.

publicidade

Leia também

Galaxy Watch 4 com Wear OS 3 (Imagem: Mario Kurth/Olhar Digital)
Galaxy Watch 4 com Wear OS 3 (Imagem: Mario Kurth/Olhar Digital)

O primeiro fruto foi o Wear OS 3 e seus novos recursos, mas agora uma ferramenta corriqueira e esperada para a área de acessibilidade, já presente na concorrência por longos anos como no Apple Watch, vai chegar para estes vestíveis: inverter verticalmente a interface, para que canhotos utilizem o relógio com mais conforto.

Wear OS com interface invertida troca botões de lado

Inverter a interface na vertical permite que os botões do smartwatch não fiquem apontados para o corpo dos canhotos, pois o relógio fica no pulso direito. Com eles para o lado oposto, o uso fica praticamente idêntico ao dos destros, mudando apenas o braço utilizado – o usuário vai girar e prender o dispositivo “de cabeça para baixo”, neste momento.

Segundo o próprio Google, o time de desenvolvimento já implementou este recurso de acessibilidade, e promete a novidade para smartwatches futuros. Este é o ponto desanimador da notícia, já que ele dá a entender que todos os relógios inteligentes lançados com o Wear OS até este momento, não poderão simplesmente inverter a interface.

Convenhamos que fazer isso não exige um poder computacional exagerado, ou algum esforço descomunal para que os aparelhos atuais não suportem as novas linhas de código necessárias. De qualquer forma, é bom saber que os canhotos também poderão utilizar o Wear OS como fazem com o Apple Watch, mesmo que sete anos depois do lançamento do sistema operacional do Google – antes tarde do que nunca né.

Via: Android Authority.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!