A cidade de Botucatu, interior de São Paulo, é a cidade com a maior cobertura vacinal em todo o estado, de acordo com a Secretária de Saúde, o que pode ter sido responsável pelo baixo impacto da nova onda de Covid-19 provocada pela variante Ômicron no local.

A Prefeitura de Botucatu apontou que os casos da doença cresceram em 700% na última semana, confirmando 1.919 casos, o maior número desde o começo da pandemia, mas mesmo assim os leitos de internação não tiveram uma demanda maior.  

publicidade

Leia também!

A cidade foi alvo de um estudo clínico com vacinação em massa da AstraZeneca e por isso é líder estadual na cobertura pela dose de reforço. Segundo o Vacinômetro do governo de São Paulo, 67,3% dos morares do Botucatu já receberam a dose de reforço.  

Cerca de 94,3% da população da cidade já foi vacinada com a primeira dose, enquanto 90,9% já completou o ciclo vacinal com a segunda dose do imunizante ou com a dose única.  

vacina Covid-19 Fiocruz.
Cidade mais vacinada de SP não vê impacto nas internações mesmo com nova onda de Covid-19. Imagem: Fiocruz/Divulgação

O secretário de Saúde de Botucatu, André Spadaro, afirma que a taxa de vacinação é, de fato, o que impede o aumento da taxa de internação na cidade. Até a última segunda-feira (17), apenas três pacientes estavam internados na enfermaria com casos leves.  

“Por isso que a gente segue reforçando as medidas básicas de proteção, como uso de máscara, limpeza das mãos, isolamento, mas nosso enfoque de enfrentamento a essa onda são o aumento da testagem e, lógico, a vacinação”, disse Spadaro ao portal G1. 

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!