Uma build de testes do Andromeda OS foi encontrada e instalada em um Lumia 950, sendo capaz de mostrar até que ponto o trabalho da Microsoft estava finalizado. O sistema operacional deveria ser uma versão do Windows Phone para aparelhos com duas telas, mas foi cancelado pela empresa para trocar o software pelo Android.

Quando o mundo ainda suportava um terceiro sistema operacional tentando seu lugar ao sol, o Windows Phone (antes chamado de Windows Mobile) ocupava este posto. A Nokia era basicamente a única empresa utilizando este software e a Microsoft ainda trabalhava em versões para renovar todo seu programa. Um dos projetos foi chamado de Andromeda OS.

publicidade

Leia também:

Surface Duo 2 (Imagem: divulgação/Microsoft)
Surface Duo 2 (Imagem: divulgação/Microsoft)

Este sistema operacional da Microsoft seria responsável por uma espécie de recomeço para o Windows Phone, que já não andava nada bem das pernas e estava começando a migrar para celulares com duas telas, como o Surface Duo. O site Windows Central conseguiu instalar uma build de testes do Andromeda OS em um Lumia 950, mesmo com algumas limitações por conta da proporção do display – já que este sistema foi feito para duas telas, em um formato mais quadrado e não no retangular deste Lumia.

Muito do Andromeda OS foi para o Android do Surface Duo

A parte funcional do Andromeda OS mostra que muito do trabalho pensado pela Microsoft para seus aparelhos com este sistema, foi levado para o Android que roda atualmente no Surface Duo. A principal delas é a espiada, que mostra o relógio e a data quando o usuário abre uma pequena parte do aparelho, revelando só um canto do display.

Outra é a experiência de uso com o sistema de bloco de notas. Ele sempre está ativo no Andromeda OS e virou um app para o Android, disponível agora na Microsoft Store. A ideia é muito semelhante ao que os Galaxy Note fazem: começar a escrever algo, com uma caneta stylus e salvar o conteúdo no aparelho.

Olhando mais uma vez para o Surface Duo, a mesma interface para abrir os apps em background foi inicialmente desenvolvida para o Andromeda OS. Em ambos os softwares, basta deslizar o dedo de baixo para cima, na borda inferior do celular, para ver quais programas estão rodando no fundo.

De resto, o visual do Andromeda OS lembra muito o Windows Phone. Isso significa um menu de apps com blocos dinâmicos e que sobreviveu até o Windows 10 nos PCs. Outro ponto semelhante com os computadores está na central de controle, disponível ao passar o dedo do topo da tela para baixo.

Lá é possível ajustar recursos como Bluetooth, Wi-Fi ou ligar o modo avião. No PC, estes ajustes rápidos estão no canto inferior direito, clicando no relógio da barra de ferramentas. Eles também foram inseridos no Windows 11, mas com um visual mais moderno e com cantos arredondados.

Via: Engadget.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!