Em 25 de janeiro de 2004, há exatos 18 anos, o rover Opportunity (Oportunidade, em português), da Nasa, pousou em Marte. Ele foi o segundo dos rovers gêmeos da agência a pousar no Planeta Vermelho, três semanas depois de seu companheiro de missão Spirit (Espírito).

Controlado pelo Laboratório de Propulsão a Jato da Nasa (JPL), Opportunity pousou em Marte às 14h05 da tarde, pelo horário de Brasília, e se tornou a mais longa missão robótica em Marte. 

publicidade
Projetado para funcionar por 90 dias, o rover Opportunity trabalhou por quase 15 anos em Marte. Imagem: JPL – Nasa

Originalmente, a intenção dos cientistas era de que o rover trabalhasse em solo marciano por 90 dias, mas Opportunity (ou “Oppy”, para os íntimos) caminhou pelo planeta vermelho por quase 15 anos. Ao longo desse período o rover encontrou meteoritos, observou tempestades de poeira e procurou pistas sobre a presença de água no passado de Marte.

Leia mais:

publicidade

Rover Opportunity trabalhou em Marte por quase 15 anos

Em fevereiro de 2019, Opportunity deixou oficialmente de responder aos comandos da Nasa, 5.352 dias depois de pousar. Por meio da conexão com o robô, os pesquisadores enviaram uma música como último comando: ‘I’ll Be Seeing You’, da cantora Billie Holiday.

Foi a última tentativa de obter uma resposta do rover, que ficou preso em uma tempestade de areia que cobriu seus painéis solares, o que o impediu de obter energia para continuar sua trajetória pelo Planeta Vermelho.

publicidade

No ano passado, foi anunciado que ele ganhará uma justa homenagem. A missão Opportunity e o vínculo estabelecido entre o robô e os cientistas que o criaram vai virar filme.

“Good Night Oppy”, com direção de Ryan White, está sendo produzido pela Amazon Studios, em parceria com a Film 45, a Amblin Television e a Tripod Media. O documentário, que conta com o apoio do JPL e da Industrial Light & Magic (ILM), ainda não tem data prevista para estrear.

publicidade

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!