A Polestar, subsidiária da sueca Volvo, estreou ontem (13/02) no Super Bowl com um comercial do sedan Polestar 2 – carregando um certo tom de deboche para cima das rivais Tesla e Volkswagen. Em seu anúncio de meio minuto, intitulado “Sem compromissos”, a montadora citou uma lista de diferenciais em seus trabalhos, cheia de “indiretas” para suas “inimigas”.

Foram 30 segundos da Polestar prometendo não ter “blah blah blah”, entre outros detalhes inseridos em frases curtas de efeito. Sem itens como “promessas vazias”, “agenda oculta”, “conquista de Marte” (um alô para a SpaceX, de Elon Musk) e “Dieselgate” (um cutucão claro na Volkswagen), confira o vídeo:

publicidade

Sem compromissos

A lista de frases curtas também é registrada na descrição do vídeo no YouTube. Dentre elas, há “sem dublagens épicas”, “sem piadas”, “sem Dieselgate” [escândalo que envolveu a montadora alemã e um software ilegal que permitia que seus motores a diesel superassem os testes de emissões], “sem conquistar Marte”, “sem segredos sujos”, “sem agenda oculta”, “sem promessas vazias”, “sem greenwashing” [algo como apropriação indevida de conceitos ambientais], “sem blah blah blah” e “sem compromissos”.

Leia também:

Imagens em close do Polestar 2 também apareciam ao longo do comercial, com uma música “dramática” de fundo acompanhando o sedan. Um porta-voz da empresa disse ao site Business Insider que a intenção no anúncio foi mostrar a posição “sem compromissos” da marca.

Relativamente nova no segmento de veículos elétricos, a Polestar já faz sua estreia trazendo o primeiro carro totalmente equipado com o sistema operacional Android Automotive, do Google. Porém, mesmo com o apoio da icônica Volvo, a montadora ainda é pequena em comparação com as empresas que provocou em seu anúncio do Super Bowl.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!