A Amazon Games anunciou que baniu mais de 1 milhão de “contas ilegítimas” acusadas de servir como bots em Lost Ark, mais novo lançamento da companhia.

Com grande sucesso na Steam, Lost Ark se tornou um dos games mais jogados de todos os tempos na plataforma. Mas a popularidade do game free-to-play vem com um lado ruim: muita gente tentando trapacear.

publicidade

A Amazon já demonstrou diversos métodos utilizados para combater bots. Entre eles está restringir a área do chat do jogo apenas para jogadores de nível mais alto e também ferramentas melhoradas para detectar bots. Mas apesar de esta ter sido a maior onda de banimento em massa até aqui, é de se esperar que não se trate da última.

“Embora nós pretendemos fazer um impacto massivo com essa onda de banimentos,” comunicou a Amazon. “E nós sabemos que há mais trabalho a ser feito e maneiras dos jogadores saberem que este é apenas um passo no que será um processo ativo e contínuo”.

Leia mais!

Porém, devido número grande de contas banidas, a Amazon afirma que um pequeno número de jogadores podem ter sido identificados como bots de Lost Ark por erros. Então, no caso de jogadores banidos por erro, que estavam jogando sem tentar modificar o gameplay, é possível pedir à Amazon que retire o banimento aqui.

A primeira grande atualização no conteúdo do jogo deve acontecer ainda em março. Assim, a Amazon deve levar mais e mais conteúdos da versão coreana do jogo sendo lançados no resto do mundo.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!