Na semana em que se comemora o Dia da Mulher, um dado chama a atenção: apesar do aumento dos acessos na internet pelas mulheres, apenas 32% da população feminina realiza trabalhos com mediação da web. Além disso, somente 19,81% das mulheres investiram em cursos à distância. Os dados fazem parte de um estudo conduzido pelo site Melhor Plano e pelo Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação, com base em números de 2020. 

Mulheres e serviços digitais 

De acordo com os dados, 88,63% afirmaram já terem acessado a internet, 89,91% possuem um aparelho celular e 75,2% tiveram contato com as redes sociais.

publicidade

A atenção especial, no entanto, vai para a porcentagem de mulheres que já utilizaram o computador durante algum momento de suas vidas. São 59,56% — quantidade considerável, mas ainda assim o número mais baixo quando colocado ao lado dos mencionados acima.

Leia mais:

publicidade

Educação e trabalho

Apesar do amplo acesso às plataformas digitais, cerca de 67,53% das mulheres entrevistadas afirmaram que não realizaram trabalhos mediados pela internet no ano em questão. 

A porcentagem pode estar relacionada à alta concentração da população feminina em trabalhos convencionais, que exigem pouco contato com os espaços online.

publicidade
Mulher estudando no computador e fazendo anotações
Apesar da popularidade da internet, a maioria das mulheres ainda não se interessam por cursos online: apenas 19,81% investiram tempo na busca por uma capacitação nas plataformas digitais. Imagem: Fizkes / Shutterstock

Atividades cotidianas

Segundo o levantamento, o envio de mensagens instantâneas segue como hábito de maior popularidade (94,10%), seguido pelas chamadas de voz e/ou vídeo (81,74%).

Completam o ranking o acesso a vídeos, filmes ou séries (75,28%), navegação pelas redes sociais (75,23%), compartilhamento de conteúdos diversos (72,64%) e consumo de músicas (68,76%).

publicidade

Em contrapartida, a atividade menos realizada pela publicação feminina foi a criação e atualização de blogs, páginas ou websites, com apenas 18,93% das entrevistadas tendo a desempenhando pelo menos uma vez.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!