No Brasil, ao menos dez estados e o Distrito Federal (DF) já flexibilizaram o uso de máscaras contra a Covid-19 em locais fechados e abertos, mas alguns especialistas defendem que há grupos que devem seguir usando o item de proteção enquanto a pandemia não acaba por completo.

De acordo com o médico Rodrigo Bresani, a liberação do uso das máscaras só foi possível pelo avanço da vacinação no Brasil. Ele até alertou que mesmo com uma boa parcela da sociedade vacinada, tanto com a segunda dose, é preciso avaliar cada caso de forma forma individual.

publicidade

“Para alguns grupos de risco, principalmente pacientes idosos, imunossuprimidos por diversos motivos, pacientes oncológicos, ou com doenças crônicas, a gente precisa ficar muito atento. Independentemente dessa nova norma [que libera o uso em locais fechados], a orientação para esses pacientes é, obviamente, continuar se cuidando”, afirmou Bresani.

O médico também explicou que o uso do item de proteção é fundamental para quem tem algum familiar com doença crônica ou idoso, por exemplo, pois caso não se proteja, estará também colocando essa pessoa em risco.

publicidade
O uso correto de máscara foi um dos fatores considerados pela pesquisa da Universidade de Washington / Drazen Zigic – Shutterstock

“Esses pacientes, sem sombra de dúvidas, devem continuar se protegendo. Isso, claro, supondo que eles estão já vacinados, com segunda, terceira dose, mas devem continuar fazendo o uso de máscaras em ambientes fechados e também abertos. Esse cuidado deve se perpetuar nesse próximo ano e principalmente agora, que estamos enxergando um aumento do número de casos e mortes na Europa, por causa de uma nova cepa. E isso aparentemente já vem chegando ao Brasil, então a gente tem que estar atento”, continuou Bresani.

Além disso, pessoas com comorbidades e quem ainda não tomou a vacina contra a Covid-19 devem seguir usando máscaras. Vale lembrar que entre as comorbidades estão hipertensão, diabetes e doenças cardiovasculares. Já os imunossuprimidos são aqueles que possuem alguma doença que afeta o sistema imunológico, que acaba por diminuir a sua capacidade de resposta, como é o caso de portadores de câncer, HIV, transplantados e outros. 

publicidade

Leia mais:

Fonte: Agência Brasil

publicidade

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!