Hoje de manhã, a cantora Miley Cyrus publicou um post no seu Instagram com um momento sinceramente assustador, e é possível ver a reação quase de pânico das pessoas. Seu avião foi atingido por um relâmpago.

View this post on Instagram

A post shared by Miley Cyrus (@mileycyrus)

publicidade

O post diz: “Aos meus fãs e qualquer um preocupado depois de ouvir sobre meu voo para Assunção. Noso avião foi pego por uma tempestade grande e inesperada e atingido por um raio. Nossa equipe, banda, amigos e família estavam todos voando comigo e estão seguros apôs um pouso de emergência. Infelizmente, não pudemos voar até o Paraguai. ❤ AMO VOCÊS”. A segunda imagen mostra o dano ao aparelho.

Miley Cyrus correu um risco geralmente pequeno

A artista estava num voo entre a Colômbia e o Paraguai, no qual iria se apresentar num festival Assunciónico, que acontece hoje. O avião foi identificado como um Airbus A321neo, versão “esticada” do A320 familiar a quem faz voos internos no Brasil. Sua fuselagem é estreita e seu alcance é limitado a 7400 km, o que é o suficiente para voos internacionais entre países próximos, como os da América do Sul.

Aviões comerciais são atingidos por relâmpagos com frequência. É um incidente bem comum: estima-se que cada avião comercial seja atingido uma vez por ano – e isso nos EUA, que não são, como o Brasil, o país com mais relâmpagos do mundo.

Pilotos comerciais tentam se desviar de tempestades, e contam com sistemas avançados de previsão de tempo. Mas, se a tempestade se forma rapidamente, não há saída. Ainda assim, mesmo acontecendo milhares de vezes todo ano, raramente um relâmpago causa acidentes graves. O último foi em 2019, com o voo 1492 da russa Aeroflot. O raio não derrubou o avião, mas o pouso de emergência violento causou um incêndio, que matou 41 de seus 78 ocupantes.

Aviões são projetados para sobreviver a relâmpagos. Sua estrutura atua como uma gaiola de Faraday, fazendo a energia circular em volta, não dentro – é o mesmo princípio pelo qual, numa tempestade de raios, um carro é um local seguro. Danos sérios podem acontecer, mas são relativamente raros. Incidentes que levam a pousos de emergência, como o de Miley Cyrus, não são o resultado mais comum.

Imagem: Briand Friedman/Shutterstock

Leia mais

Já assistiu aos nossos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!