Ciência e Espaço

Axiom AX-1: Missão privada à Estação Espacial Internacional é adiada para 6 de abril

Por Rafael Rigues, editado por Acsa Gomes
29/03/22 11h26, atualizada em 31/03/22 15h13
O vídeo está sendo carregado - aguarde...

O lançamento da primeira missão totalmente privada a visitar a Estação Espacial Internacional (ISS), a AX-1 da Axiom Space, foi adiado. Originalmente programada para partir do Centro Espacial Kennedy neste domingo (3), ela agora deve decolar na próxima quarta-feira (6), em um horário ainda a ser definido.

O adiamento foi causado pelo “ensaio molhado” (Wet Dress Rehearsal, WDR) da missão Artemis I, que acontecerá entre 1 e 3 de Abril. Neste teste crucial, a Nasa realizará todos os procedimentos para um lançamento real, incluindo o abastecimento do foguete e contagem regressiva, mas sem o acionamento dos propulsores. A data de lançamento da Artemis I, primeira missão do Programa Artemis de retorno à Lua, só será definida após a conclusão e análise dos resultados deste ensaio. 

Tripulação da missão Ax-1, da Axiom Space, treina em gravidade zero

A AX-1 usará um foguete Falcon 9 e cápsula Crew Dragon para enviar quatro tripulantes para a ISS, onde ficarão por oito dias. O comandante da missão será Michael López-Alegría, ex-astronauta da Nasa, em sua quinta viagem ao espaço. Os outros tripulantes serão Larry Connor, como piloto, e os especialistas da missão Larry Connor e Eytan Stibbe.

Com exceção do comandante, todos os membros da tripulação são pagantes. Mas López-Alegría garante que não se trata de “turismo espacial”, e que seus colegas realizarão pesquisa científica séria, incluindo vários experimentos médicos, durante a missão.

Também segundo ele, todos se esforçarão para serem “hóspedes exemplares” e estabelecer o padrão de comportamento para futuros visitantes comerciais à ISS, evitando “atrapalhar” o trabalho e a rotina dos astronautas já a bordo da estação.

Leia mais:

“Nós temos a maior sensibilidade a isso, e pensamos que esse é um ótimo exemplo a ser dado para tripulantes futuros”, disse o comandante. “Todos da nossa equipe são muito dedicados, muitos profissionais, e nós estamos levando isso muito, muito a sério”.

Por enquanto, o adiamento da AX-1 não influencia o cronograma de lançamento de outra missão tripulada da SpaceX, desta vez a serviço da Nasa, a Crew-4. Com lançamento programado para 19 de abril, ela levará três astronautas norte-americanos (Jessica Watkins, Robert Hines e Kjell Lindgren) e uma italiana (Samantha Cristoforetti) para uma estadia de seis meses a bordo da estação, substituindo a atual tripulação da Crew-3, que decolou em novembro passado.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Deixe sua opinião
Tags