Internet e Redes Sociais

Twitch encerra função que passou a ser usada para promover pornografia

03/04/22 16h54, atualizada em 04/04/22 16h42
Twitch

Imagem: Ink Drop/Shutterstock

A Twitch adicionou um recurso recentemente que permite a streamers e usuários pagar para promover transmissões. Só que, menos de um mês após entrar no ar, a funcionalidade precisou ser removida, já que usuários estavam pagando para promover lives com nudez – fazendo com que imagens pornográficas surgissem na página inicial do serviço.

As lives promovidas apareciam na tela inicial com o banner “promovida pela comunidade do usuário”. Com o recurso, quem assiste a uma transmissão pode pagar para promovê-la, colocá-la na página inicial e, assim, atrair mais gente para conhecer o streamer. Mas a forma como a novidade foi usada acabou estampando imagens de nudez para qualquer um que acessasse a plataforma. Vale lembrar que pornografia está entre os conteúdos proibidos na Twitch.

Twitch, da Amazon

Com isso, a Twitch decidiu simplesmente remover a funcionalidade. “Decidimos pausar o Boost Train [como é chamado o recurso] devido a algumas considerações de segurança que surgiram durante o experimento,” explicou Sam Faught, chefe de comunicações da plataforma. Ele também afirmou que a Twitch continuará buscando novas formas de aumentar a descoberta de novos canais, ajudando tanto usuários a encontrarem o que assistir quanto streamers que querem mais público.

Twitch altera regras de conduta para evitar nomes ofensivos

A Twitch atualizou recentemente suas regras de conduta contra o uso de nomes ofensivos na plataforma. De acordo com o EuroGamer, o uso de nomes ofensivos para atacar minorias são muito comuns no site, contudo, com as novas medidas o objetivo será aumentar a proteção dos utilizadores e também criadores de conteúdos.

Saiba mais sobre as novas regras de uso da Twitch no artigo do Olhar Digital.

Via: The Verge

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Deixe sua opinião
Tags