A fintech Mercado Pago, o braço financeiro do Mercado Livre, anunciou o ‘Agora Vai Mulher’, seu novo programa de educação financeira voltado para mulheres que desejam aprimorar a gestão do seu negócio

A iniciativa, fruto de uma parceria com a instituição Aliança Empreendedora, é voltada para microempreendedoras que faturam até R$ 5 mil mensais.

publicidade
Mulheres. Imagem: Shutterstock
O programa de capacitação será gratuito e ministrado pela internet via WhatsApp. Imagem: Shutterstock

“O fortalecimento de empreendimentos liderados por mulheres potencializa a geração de renda e, portanto, contribui para a autonomia e emancipação feminina, impactando também suas famílias e as comunidades onde estão inseridas”, destaca Laura Motta, gerente de Sustentabilidade do Mercado Livre.

Como participar do programa?

O programa de capacitação será gratuito e ministrado pela internet via WhatsApp para 900 mulheres. 

As inscrições já estão abertas por meio do endereço empreendedores.mercadopago.com.br/educacao-financeira e vão até o dia 29 de abril.

As microempreendedoras selecionadas para participar serão capacitadas durante 3 semanas (de 2 a 20 de maio) em temas como gestão; precificação; negociação e tecnologias digitais. 

Ao final, 100 mulheres poderão avançar para a etapa de aceleração, que ocorrerá de 13 de junho a 13 de setembro e vai contar com o apoio da Aliança Empreendedora. 

Criada em 2005, a instituição capacita e apoia microempreendedores em situação de vulnerabilidade econômica de todo o Brasil.

Leia mais:

Desigualdade no mercado

Segundo dados do Global Entrepreneurship Monitor (GEM), entre os anos de 2020 e 2021, a proporção de mulheres que começou ou liderou um novo negócio diminuiu em relação aos homens. 

Um dos fatores responsáveis pelo achado é o fato de que as mulheres ficaram mais sobrecarregadas na pandemia, além de estarem mais expostas ao desemprego devido à maior maior informalidade.

“Somente em 2020, 62% dos negócios estabelecidos por mulheres fecharam, quando elas estiveram mais demandas pelo cuidado dos filhos e da casa. É essencial dar oportunidade para ampliarem seu conhecimento em educação financeira, especialmente para que aquelas que empreendem possam desenvolver capacidades para gerenciar bem seus negócios”, afirma Lina Useche, co-fundadora e CEO da Aliança Empreendedora.

“Essas mulheres, espalhadas país afora, empreendem em meio a uma jornada de trabalho dupla e até mesmo tripla. Mães, funcionárias e estudantes à frente do próprio negócio. Elas precisam superar obstáculos, como a falta de tempo e oportunidades, para transformar os seus sonhos em realidade”, acrescenta Gabriela Szprinc, head de Pagamentos do Mercado Pago. “Queremos desmistificar essa visão de que gestão financeira é algo distante e inacessível e tornar o tema próximo a todas as empreendedoras.”

Por fim, o Mercado Pago também informa que vai capacitar empreendedoras na Argentina, Chile, Colômbia, México e Uruguai em parceria com outras empresas e vai oferecer capacitação virtual em educação financeira básica também para 3.900 estudantes do Ensino Médio, entre 16 e 18 anos, de escolas públicas em toda a América Latina (900 delas no Brasil).

“Democratizar o acesso das pessoas aos serviços financeiros vai além da tecnologia e do crédito, significa oferecer conhecimento e ferramentas para que todos sejam capazes de gerir seus próprios recursos”, finaliza Gabriela.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!