Veículos e Tecnologia

Toyota fecha fábrica em São Bernardo do Campo após 60 anos

Por Edson Kaique Lima, editado por Acsa Gomes
06/04/22 06h03, atualizada em 07/04/22 15h12
O vídeo está sendo carregado - aguarde...

A Toyota anunciou nesta terça-feira (5) que vai encerrar as atividades de sua fábrica na cidade de São Bernardo do Campo, na região metropolitana de São Paulo, até o fim de 2023. O fechamento é um marco histórico para a montadora japonesa, já que a unidade foi a primeira construída fora do Japão.

Segundo a Toyota, a produção da fábrica de São Bernardo do Campo será transferida para outras unidades, também no estado de São Paulo. A mudança será gradual e tem previsão para ser iniciada em novembro de 2022 e concluída em novembro de 2023.

Fim de uma história de 60 anos

Fábrica de São Bernardo do Campo fabricava componentes para modelos fora de linha e peças para Corolla e Hilux. Crédito: Toyota/Divulgação

A fábrica da Toyota em São Bernardo do Campo foi inaugurada há 60 anos, em 1962, e foi a primeira da montadora fora do Japão. Inicialmente, a unidade era usada para produção do modelo off-road Bandeirante, mas hoje era usada para produção de componentes da Hilux, Corolla e de modelos que estão fora de linha.

Os 550 funcionários da fábrica de São Bernardo do Campo serão remanejados para outras unidades e não haverá demissões. Em nota, a Toyota informou que o fechamento da fábrica faz parte de um plano da montadora para aumentar sua competitividade no mercado brasileiro.

Leia mais:

Com o fechamento da unidade de São Bernardo do Campo, a Toyota ficará com apenas três unidades no Brasil, em Porto Feliz, Sorocaba e Indaiatuba, as três no interior do estado de São Paulo. Os componentes produzidos na fábrica fechada serão transferidos para as demais unidades e fábricas na Argentina e Estados Unidos.

Via: Reuters

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!

Deixe sua opinião
Tags