A Rockstar parece ter editado elementos transfóbicos no relançamento de GTA V, incluindo diálogos nocivos direcionados a personagens.

As mudanças foram informadas por meio de uma thread no Twitter de Kirsty Cloud, administradora do GTANet, um site da comunidade Grand Theft Auto. Cloud ainda informou que diálogos nocivos partindo do protagonista para estes personagens foram removidos.

publicidade

“Os modelos ainda existem no Modo Diretor no momento, mas suas opções de diálogo foram removidas (presumivelmente, isso significa que as linhas de diálogo do protagonista para esses NPCs sobre o uso de hormônios etc., portanto, também não são usadas agora),” afirmou Cloud no tweet abaixo, dentro da thread citada.

“Também encontrado por JayProspero no Reddit, uma textura/adereço (no arcade?) foi removida em relação a uma figura do Capitão Spacetoy que tinha “genitália intercambiável. Não tenho certeza se há mais alguma coisa ainda, pois os dataminers não conseguem comparar arquivos até que seja lançado no PC,” concluiu.

Origem da mudança em GTA V

Cloud apontou que essas mudanças podem ter sido feitas após um apelo do grupo de profissionais LGBTQ+ do mundo dos games Out Making Games feito em 2021. O grupo solicitou à Rockstar que removesse estereótipos transfóbicos e piadas, em uma carta publicada em 2021.

Na carta, eles alertam a companhia, afirmando que GTA V encorajava os jogadores a sentirem repulsa e machucar NPCs trans no game.

“Ao contrário de outros NPCs aleatórios no GTA V, o jogo parece jogar propositalmente com estereótipos extremamente prejudiciais de pessoas trans e de gênero diverso para incentivar os jogadores a sentirem repulsa por eles e até mesmo a gostar de machucá-los e matá-los,” afirmou a Out Making Games na carta de 2021.

Leia mais!

Dado o impacto cultural que GTA V tem em todo o mundo, a Rockstar tem uma responsabilidade social com seus jogadores (muitos dos quais podem ser LGBTQ+), com sua equipe e com o mundo em geral para não promover violência contra pessoas trans e de gênero diverso,” continuou o grupo, alertando sobre trechos transfóbicos no game.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!