Conforme anunciado na semana passada, a Audi acaba de revelar seu autônomo e elétrico Urbansphere, o terceiro e último integrante da família Sphere de conceitos da marca. Em uma aparência de minivan, o veículo é ainda maior que os irmãos Skysphere Grand Tourer e Grandsphere, sendo fruto de uma colaboração entre as equipes da montadora na Alemanha e na China.

O Urbansphere ostenta “o maior espaço interno de qualquer Audi até hoje”, nas palavras da empresa alemã. Não só isso. Conforme explica a publicação oficial, os designers e engenheiros criaram o conceito para uso em megacidades chinesas de tráfego intenso (embora também seja adequado para qualquer outro centro metropolitano do mundo).

publicidade

Leia também:

Urbansphere, conceito autônomo da Audi
Imagem: Divulgação/Audi

São dimensões realmente peculiares de 5,51 metros de comprimento, 2,01 metros de largura, 1,78 metros de altura e 3,40 metros de distância entre eixos. Então, temos o que a Audi entende funcionar “como um lounge sobre rodas e um escritório móvel, servindo como um terceiro espaço de convivência durante o tempo gasto no trânsito”. Confira a apresentação do Urbansphere feita pela marca no YouTube:

Conceito Audi com Nível 4 de direção autônoma

Seu vasto interior pode ser configurado de várias maneiras, usando iluminação ambiente, telas digitais individuais e um layout de quatro mais dois assentos que podem girar e se reclinam “como camas”. Todo o conceito, assim como os outros dois Sphere, é baseado na tecnologia de veículos autônomos de Nível 4 da padronização da Sociedade de Engenheiros Automotivos. Aliás, a Audi está atualmente trabalhando com a CARIAD, empresa de software do Grupo Volkswagen, para introduzir essa tecnologia na segunda metade da década.

Veículo com as portas abertas
Imagem: Divulgação/Audi

Nesta pegada de automação na direção, os integrantes do Urbansphere acabam tendo acesso a uma ampla gama de opções em experiência altamente personalizada. São recursos voltados para comunicação ou relaxamento, trabalho ou recolhimento em uma esfera privada, conforme desejado.

Além disso, o conceito oculta o volante, pedais ou painel durante a condução automatizada, o que só aumenta a experiência de lounge. A tecnologia de direção autônoma permite que o Audi Urbansphere pegue seus passageiros em casa, conduza-os ao seu destino, cuide de encontrar uma vaga de estacionamento e carregue a bateria. Outras tarefas cotidianas também são possíveis de serem realizadas pelo veículo, como fazer reservas para jantar ou fazer compras online.

Imagem de dentro do conceito da montadora Audi
Imagem: Divulgação/Audi

Sua configuração de motor duplo de cerca de 400 cv (295 kW) e 690 Nm de torque é acompanhada de uma bateria de 120 kWh. Com tecnologia de carregamento de 800 volts, essa bateria pode ser carregada de forma muito rápida – dez minutos são suficientes para carregar em um nível suficiente para alimentar o carro por mais de 300 km e de 5 a 80% em menos de 25 minutos. Isso significa que um alcance de até 750 km pode ser esperado de acordo com o padrão WLTP.

Veículo conceito da Audi
Imagem: Divulgação/Audi

Sua tração é realizada nas quatro rodas e há suspensão pneumática adaptável, com sistema de direção nas rodas traseiras para ajudar na manobrabilidade. O conceito roda na plataforma PPE do Grupo Volkswagen – que servirá de base para os futuros EVs da Audi, incluindo o A6 e-tron.

O Urbansphere possui ainda pintura externa em dois tons, revestimento de alumínio e rodas de 24 polegadas. Muitas das sugestões de estilo do conceito da Audi, incluindo os faróis e a grade fechada, parecem ser extraídas do crossover elétrico Q4 e-tron. Outros detalhes do carro são o capô curto, o para-brisa recuado, muito vidro e uma porta traseira vertical.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!