A blockchain Open Network (também conhecida como TON) anunciou a chegada do ‘wallet’ no Telegram, um bot com um recurso interessante, especialmente para os entusiastas em criptomoedas. A novidade suporta o envio de ativos digitais via chat para os mais de 550 milhões de usuários do aplicativo de mensagens.

Por ora, segundo os desenvolvedores, o recurso permitirá apenas a troca de Toncoins, desenvolvido pela TON Foundation, sem taxas de transação. O ativo é considerado a 205ª maior criptomoeda conforme os dados do CoinMarketCap, com valor de mercado de US$ 2,83 bilhões.

publicidade
Telegram libera envio de criptomoedas pelo aplicativo
Segundo os desenvolvedores, mais de 800 mil contas no Telegram já enviaram Toncoins desde o anúncio oficial do recurso. Imagem: Natee Meepian/Shutterstock

“Esperamos que essa simplificação do processo de transação de criptomoedas permita uma maior adoção em todo o mundo e ajude a incorporar soluções de pagamento blockchain na vida diária das pessoas”, disse um porta-voz da TON Foundation em um comunicado à imprensa.

Leia mais:

Diferente do que foi veiculado anteriormente, o Toncoin não é uma criptomoeda do próprio Telegram. A TON Foundation é uma comunidade independente de desenvolvedores, que usa a tecnologia de código aberto originalmente desenvolvida pelo aplicativo, mas abandonada em 2020.

Assim, qualquer desenvolvedor pode criar um bot como o wallet, usando a plataforma aberta do mensageiro. Mas, ele bot não é uma integração oficial do aplicativo.

Histórico do Telegram com criptomoedas

Em outubro de 2019, a Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC) apresentou uma queixa contra o aplicativo após o Telegram levantar US$ 1,7 bilhão por meio da venda dos tokens Gram. Na ocasião, a SEC alegou que os ativos não eram registrados. 

Depois de um acordo firmado em 2020, o Telegram concordou em devolver US$ 1,22 bilhão aos investidores.

No processo, a empresa entregou a sua blockchain e também o Toncoin à comunidade de código aberto The Open Network, que passou a se dedicar ao desenvolvimento dos dois projetos.

Por fim, vale ressaltar que assim como o Discord, o Telegram permite que usuários criem bots para automatizar atividades. Conforme os dados da The Open Network, mais de 800 mil contas no Telegram já enviaram Toncoins através do ‘wallet‘ desde o anúncio oficial do recurso, que ocorreu no início desta semana. Para tudo funcionar, a recomendação dos desenvolvedores é instalar a versão mais recente do Telegram.

Via: Decrypt

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!