Depois de algum tempo sem lançar novos smartphones intermediários no Brasil, a Motorola anunciou logo dois novos modelos: o Moto G52 e Moto E32. A dupla oferece desempenho esperado para celulares menos poderosos, mas ainda assim com tela de 90Hz, câmeras com até 50 megapixels e bateria de 5.000 mAh.

Começando pelo nome mais popular para celulares da Motorola no Brasil, o Moto G52 é basicamente “mais um Moto G em patamar de preço específico”. Mesmo não recebendo destaque em muitos pontos, a fabricante aponta sua tela como uma experiência cinematográfica.

publicidade

Leia também

Isso acontece pela presença de um painel OLED de 6,6 polegadas, em resolução Full HD+ e atualização marcada nos 90Hz. Para fechar a parte “cinema” do dispositivo, ele tem alto-falantes estéreo e com assinatura Dolby Atmos. Este recurso tende a ser melhor aproveitado com fones de ouvido, que ainda contam com um plugue no Moto G52 e não dependem de Bluetooth para funcionar.

Moto G52 tem câmera tripla

Moto G52 (Imagem: divulgação/Motorola)
Moto G52 (Imagem: divulgação/Motorola)

Um conjunto triplo de câmeras fica na traseira e ele conta com sensor principal com seus 50 megapixels, seguido de um secundário para ultrawide em 8 megapixels e o terceiro é aquele macro de apenas 2 megapixels, geralmente resultando em imagens com pouquíssimos detalhes até mesmo para redes sociais.

Por dentro o Snapdragon 680 faz o trabalho de comandar todos os recursos, acompanhado de 4 GB de RAM e 128 GB de espaço interno, podendo crescer esse montante com um cartão microSD que compartilha a bandeja do chip da operadora.

Já o Moto E32 é consideravelmente mais simples. Ele tem tela quase do mesmo tamanho, em 6,5 polegadas, mas o painel HD+ é um LCD tradicional que, mesmo oferecendo menor qualidade de cores e contraste, ainda entrega 90Hz de atualização. Na traseira o conjunto de câmeras também é triplo, mas o sensor principal tem 16 megapixels e os outros utilizam dois megapixels para macro e criar fundo desfocado.

Moto E32 ainda usa o Android 11

Moto E32 (Imagem: divulgação/Motorola)
Moto E32 (Imagem: divulgação/Motorola)

Por dentro o chip Unisoc T606 está presente e ele chega ao Brasil com a mesma quantidade de RAM do aparelho anterior, mas com 64 GB de espaço. A memória também pode ser expandida com um microSD de até 1 TB e nesse caso a bandeja não divide espaço com o chip, permitindo duas linhas ativas ao mesmo tempo, enquanto aumenta o armazenamento.

Os dois aparelhos utilizam bateria de 5.000 mAh, mas a recarga é mais veloz no Moto G52. Ele suporta até 30 watts, enquanto o Moto E32 trabalha com 18 watts. Nenhum dos celulares pode receber energia sem fios, mas ao menos os dois já abandonaram o microUSB e trabalham com USB-C.

O Moto G52 já chega para o usuário com o Android 12, mas o E32 faz feio ao entregar a versão anterior, com o Android 11 – enquanto estamos próximos do lançamento do Android 13.

Moto E32 (Imagem: divulgação/Motorola)
Moto E32 (Imagem: divulgação/Motorola)

Quando e quanto?

O Moto G52 chega ao Brasil custando R$ 1.999 e aporta por aqui nas cores preto, branco e azul. Já o Moto E32 recebeu o preço de R$ 1.499 e já pode ser encontrado em azul, rosê e grafite.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!