Com os dois mais recentes lançamentos, que aconteceram na sexta-feira (13) e no sábado (14), a SpaceX já implantou 2.600 satélites Starlink em órbita. Como alguns deles eram protótipos ou foram desativados, 2.321 estão em funcionamento. Isso representa mais da metade da frota de primeira geração programada pela empresa de 4.408 satélites.

Os satélites Satrlink são lançados em foguetes Falcon 9, da SpaceX. Imagem: SpaceX/Divulgação

Eles serão espalhados entre cinco diferentes “conchas” orbitais em altitudes e inclinações diversas. Nesta quarta-feira (18), mais um lote de 53 satélites Starlink deve ser lançado do Centro Espacial Kennedy, da NASA, na Flórida, a bordo de um foguete Falcon 9.

publicidade

Disponível para 32 países, a rede transporta sinais de internet de alta velocidade e baixa latência em todo o mundo, atingindo consumidores, comunidades carentes e outros usuários potenciais, como os militares dos EUA. 

Leia mais:

De acordo com o site Spaceflight Now, com uma ampla margem, a constelação Starlink da SpaceX é a maior frota de satélites já colocada em órbita. A OneWeb, sua principal concorrente no mercado de internet espacial, implantou em órbita 428 de seus 648 satélites de primeira geração, o suficiente para ocupar o segundo lugar no ranking.

Até o momento, a empresa de Elon Musk fez 13 lançamentos de satélites Starlink em 2022 – a maioria dos 20 voos da empresa neste ano. E a megaconstelação ainda ficará maior, já que a SpaceX tem autorização para 12 mil satélites e solicitou aprovação para outros 30 mil, totalizando 42 mil.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!