A novela da compra do Twitter por Elon Musk parece bem longe de acabar. Depois de paralisar a aquisição com a justificativa de que o número de contas falsas e bots na plataforma é maior do que o divulgado oficialmente, o bilionário agora afirma que cerca de 20% dos usuários da rede social são fakes.

Oficialmente, o Twitter diz que cerca de 5% das contas registradas são falsas. No entanto, Musk alega que o número real é bem maior e que não pode executar a compra enquanto isso não for resolvido, já que o valor oferecido foi bom base no número de usuários divulgado oficialmente. 

publicidade

Depois de discutir publicamente na plataforma com Parag Agrawal, atual CEO da empresa, Musk respondeu uma notícia sobre a compra dizendo que a rede social possui “20% de contas falsas/spam, 4 vezes o que o Twitter afirma, pode ser *muito* maior”.

O bilionário completa ainda afirmando que o acordo não vai avançar até o CEO mostrar as provas de que apenas 5% dos usuários são bots. Agrawal alega que a estimativa é baseada em revisões humanas de amostras de milhares de contas, que são feitas de maneira consistente de tempos em tempos. 

Contas falsas no Twitter

Os bots de spam têm sido o principal entrave para a compra do Twitter por Elon Musk. Na última sexta-feira o bilionário anunciou que suspendeu temporariamente a compra da rede social por conta de uma suposta falta de transparência em relação aos dados sobre contas falsas. Entenda o que são essas contas.

Leia mais:

Musk diz ainda estar comprometido com a compra da empresa, que aceitou uma oferta de US$ 44 bilhões feita pelo empresário. Para tentar solucionar o problema dos bots, Elon Musk sugere uma amostra de 100 seguidores para identificar as contas inautênticas.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!