Pro

Elon Musk anuncia expansão da Starlink para monitorar Amazônia e atender escolas no Brasil

Por Gabriel Sérvio, editado por Acsa Gomes
20/05/22 16h40, atualizada em 20/05/22 21h47
O vídeo está sendo carregado - aguarde...

Em sua visita ao Brasil nesta sexta-feira (20), o bilionário Elon Musk anunciou algumas novidades relacionadas às operações da Startlink no país. O plano do CEO da SpaceX é atender pelo menos 19 mil escolas isoladas em áreas rurais com internet via satélite, além de monitorar a preservação da floresta amazônica por meio dos satélites de órbita baixa do serviço.

Musk celebrou a vinda ao Brasil mais cedo pelo Twitter — vale lembrar que a sua proposta de US$ 44 bilhões pela rede social segue suspensa: “Super animado por estar no Brasil para o lançamento do Starlink para 19.000 escolas desconectadas em áreas rurais e monitoramento ambiental da Amazônia!”, diz a postagem.

O executivo desembarcou por aqui na manhã desta sexta-feira (20) e se encontrou com o presidente Jair Bolsonaro (PL) para uma reunião, onde fez o anúncio oficial da expansão dos serviços da Starlink no país.

Via: Uol

Leia mais:

No Brasil, o serviço da Starlink já está disponível na faixa de Santa Catarina ao Rio de Janeiro. A expectativa é que o Rio Grande do Sul e parte de Minas Gerais ganhem a cobertura dos satélites da empresa ainda este ano, segundo o mapa de disponibilidade divulgado pela SpaceX. 

A provedora de internet banda larga via satélite, que já funciona em 32 países, já está autorizada a operar em solo brasileiro após uma decisão favorável da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações). 

No Brasil, a média da mensalidade pode ficar em torno de R$ 530. A promessa de velocidades de download é entre 150 e 500 Mbps, com latência de 20 – 40 ms.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!

Deixe sua opinião
Tags