Além de auxiliar no estudo, as ferramentas de buscas são muito úteis para descobrir respostas para perguntas triviais. Tanto é que, segundo o Google Trends, uma das buscas mais frequentes em 2021 foi “O que é cringe?” (termo em inglês utilizado pelos mais jovens para se referir a um comportamento brega ou ultrapassado).

Se você compartilha o mesmo dispositivo com outras pessoas, uma alternativa para “esconder” esse tipo de busca dos curiosos é utilizar um navegador focado em privacidade.

publicidade
Imagem ilustra o conceito de proteção de privacidade de dados com ícone de um escudo e um cadeado
Utilizar um segundo navegador é uma boa estratégia para navegar com mais privacidade. Imagem: NicoElNino/Shutterstock

Saiba que a prática é bastante comum. A estratégia também funciona muito bem para pesquisar mais sobre um produto aleatório sem ser bombardeado por anúncios, por exemplo.

Veja também:

publicidade

Como esconder o histórico de buscas?

De início, tenha em mente que um segundo navegador, mesmo desconectado das suas contas, não impede que as empresas consigam rastrear alguns dados, um deles é o seu endereço de IP. A ideia aqui é preservar ao menos o seu histórico dos olhos de terceiros ou pelo menos criar mais obstáculos contra essa política de rastreamento.

No celular, um exemplo de navegador criado para este fim é o Firefox Focus, que descarta todo o histórico de pesquisa ao sair do aplicativo. Essa versão do browser da Mozilla ainda bloqueia por padrão alguns anúncios e os famosos rastreadores. Uma dica para deixar o software ainda menos invasivo, é alterar o mecanismo de buscas. 

publicidade

Para fazer isso, toque nos três pontinhos na lateral superior direita > Configurações > Pesquisa > Mecanismo de pesquisa. O DuckDuckGo, o segundo da lista, é uma opção que não salva pesquisas ou repassa os seus dados para anunciantes.

Como ocultar o seu histórico de pesquisas na internet
Imagem: Reprodução

No desktop, você também pode usar outro mecanismo de buscas no próprio Firefox, Edge ou Safari. Outra opção é usar o modo de navegação anônima. Entretanto, a prática ainda não é suficiente para fugir dos rastreadores.

publicidade

No fim, ainda que seja complicado alcançar o anonimato total na web, adotar as dicas citadas até aqui já é o suficiente para garantir ao menos um pouco mais de privacidade.

Dica extra

Por fim, se julgar necessário, você também pode solicitar ao Google a remoção dos resultados de busca ligados às suas informações pessoais. Já mostramos como o processo funciona aqui no Olhar Digital.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!