A Netflix vem recebendo críticas por causa do especial de comédia stand-up “SuperNatureza” de Ricky Gervais, que contém uma série de piadas transfóbicas.

Em um certo ponto do especial, Gervais entra no tema da comunidade trans, o que aparenta ter sido calculado e premeditado para gerar controvérsia, e atrair atenção à produção.

publicidade

“Ah, mulheres! Nem todas as mulheres, quero dizer as antiquadas. As mulheres antiquadas, aquelas com úteros. Dinossauros malditos. Não, eu amo as novas mulheres. São ótimas, né? Aquelas que vemos por aí. Com barba e p… Essas são… Essas são o máximo. Gosto muito. As antiquadas dizem: ‘Querem usar nossos banheiros.’ ‘Por que eles não usariam?’ ‘É para mulheres!’ ‘Elas são mulheres! Veja os pronomes delas!’ ‘Que parte dessa pessoa não é feminina?’. ‘Bem, o pênis dele’. ‘O pênis dela, sua intolerante de merda!’. ‘E se ele me estuprar?’. ‘E se ela estuprar você! Sua maldita v… TERF!'”

TERF é uma abreviação de “feminista radical trans-excludente”, e é associado a pessoas que rejeitam a noção de que mulheres trans são mulheres. Na sequência, ao falar sobre Kevin Hart se remover como apresentador do Oscar de 2018 por causa de tweets homofóbicos de seu passado, Gervais voltou a fazer piadas com a comunidade trans.

“Não dá para prever o que será ofensivo no futuro qual será a voz dominante. A pior coisa que podem falar hoje, com direito a cancelamento e ameaças é ‘mulheres não têm pênis’. Vejam bem, ninguém previu isso. Não existem tweets velhos… Não existem tweets velhos dizendo: ‘mulheres não têm pênis’. Sabem por quê? Não achávamos que era necessário.”

Leia mais! 

Gervais não parou por aí, e no final do especial ele voltou ao assunto. “Se querem a verdade, é claro que apoio os direitos trans. Apoio os direitos humanos, que incluem os direitos trans. Viva como for melhor. Use os pronomes que quiser. Seja o gênero que sente que é. Mas tirem o p…, moças. Só isso.”

O especial gerou uma batalha nas redes sociais entre fãs de Gervais e conservadores e pessoas que defendem os direitos de pessoas trans, que pedem para que os seguidores não assistam ao especial pelos episódios de transfobia.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!