Kristen Stewart tem papel de destaque em “Crimes of the Future”, novo filme de David Cronenberg, mas afirmou ter demorado bastante para entender a história.

“Crimes of the Future” se passa em um futuro próximo, em que humanos passam a ser capazes de alterar suas composições genéticas. O casal principal é vivido por Viggo Mortensen e Léa Seydoux, artistas performáticos que removem os órgãos de Saul, vivido por Mortensen, no palco.

publicidade

Aí entra Kristen Stewart, uma investigadora do National Organ Registry que investiga a doença Accelerated Evolution Syndrome, que é o que torna possível que as performances do casal aconteçam.

Em uma coletiva de imprensa em Cannes, Kristen Stewart relembrou o que disse ao diretor David Cronenberg quando entrou ao elenco. “Eu disse [ao Conenberg] que eu não fazia ideia do que o filme era sobre, mas eu estava tão curiosa e talvez a gente pudesse apenas dar um jeito”.

No entanto, Stewart disse que finalmente entendeu o filme na noite anterior, quando por fim assistiu o filme pronto. “Nós, os atores, ficávamos a cada dia após o trabalho tipo, ‘Que p… nós estamos fazendo?’ Mas então eu assisti o filme ontem a noite e estava totalmente claro para mim. Era tão expositivo, e realmente parece que você está cortando órgãos quando está fazendo algo, e se não parecer assim, não vale a pena”.

Leia mais! 

As reações ao filme em Cannes estão sendo fortes e destoantes. Diversas pessoas abandonaram as sessões de Cannes por causa das cenas fortes presentes, o que o diretor David Cronenberg já esperava. Mas, por outro lado, o filme recebeu uma ovação de pé do público por seis minutos.

“Crimes of the Future” estreia nos cinemas dos Estados Unidos no dia 3 de junho. Ainda não há informações sobre a data de estreia no Brasil.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!