O péssimo hábito de muitos brasileiros de deixar tudo para última hora está se repetindo no cumprimento do prazo da entrega da Declaração do Imposto de Renda 2022. Faltando apenas quatro dias para a data limite (31 de maio), cerca de 5 milhões de contribuintes ainda não prestaram contas com o Leão. Segundo a Receita Federal, 28.512.666 de declarações foram entregues até esta sexta-feira (27) e a expectativa é que sejam enviadas 34.100.000 até o prazo final.  

Multa para quem descumprir o prazo 

Quem não entregar a Declaração até terça-feira (31) terá que arcar com uma multa de 1% ao mês sobre o valor do imposto devido, com valor mínimo de R$ 165,74 e máximo de 20%. 

Consulta aberta ao 1º lote de restituição do Imposto de Renda

A Receita Federal já abriu a consulta ao primeiro lote de restituição do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) 2022. O pagamento será creditado para um total de 3.383.969 contribuintes, mas só será realizado no dia 31 de maio. O valor total é de R$ 6,3 bilhões.

Segundo o governo federal, o montante será destinado a contribuintes que têm prioridade legal, sendo 226.934 idosos acima de 80 anos, 2.305.412 entre 60 e 79 anos, 149.016 contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave e 702.607 cuja maior fonte de renda seja o magistério. Além disso, o lote contempla restituições residuais de exercícios anteriores. 

publicidade
imposto de renda receita federal irpf
Quem ainda não entregou a Declaração do Imposto de Renda precisa correr: prazo termina na próxima terça-feira (31). Imagem: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Leia mais:

Para conferir se você está contemplado neste primeiro lote, basta acessar a página da Receita na internet, clicar em “Meu Imposto de Renda” e, em seguida, “Consultar a Restituição”. Veja as demais datas dos próximos lotes.

  • 2º lote: 30 de junho;
  • 3º lote: 29 de julho; 
  • 4º lote: 31 de agosto; 
  • 5º lote: 30 de setembro. 

A Receita Federal também tem aplicativo disponível para tablets e smartphones que possibilita consultar diretamente nas bases do órgão informações sobre liberação das restituições do IR e a situação cadastral de uma inscrição no CPF.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!