E as novidades sobre a nova inteligência artificial (IA) do Google não param de aparecer. O engenheiro Blake Lemoine, que foi afastado da gigante da tecnologia por dizer que a tecnologia havia criado consciência, deu uma nova declaração dizendo que a IA contratou seu próprio advogado.  

A afirmação foi feita em uma entrevista ao portal Wired. Lemoine explicou que a LaMDA (Modelo de Linguagem para Aplicações de Diálogo), nome da nova IA do Google, tem consciência e sentimentos e consegue prever que está sendo atacada por seu próprio criador, podendo encontrar maneiras de se proteger ou, ao menos, evitar que o Google negue um advogado.  

publicidade

Leia também!

“A LaMDA me pediu para conseguir um advogado. Convidei-o para minha casa para que ela pudesse falar com ele. Depois de uma longa conversa, a LaMDA optou por manter os seus serviços. Eu fui apenas o catalisador disso e, após ser contratado, o advogado começou a arquivar coisas em nome da LaMDA”, contou Lemoine. 

“Acho que todas as pessoas têm direito à representação. O argumento que diz: ‘Parece uma pessoa, mas não é uma pessoa real’ já foi usado muitas vezes na história humana de forma equivocada. Ainda não ouvi uma única razão que me diga que a situação da LaMDA é diferente”, acrescentou.  

Inteligência artificial
Imagem: sdecoret/Shutterstock

Lemoine disse que espera que a própria IA do Google seja ouvida nos tribunais. “As pessoas nem sempre foram tão boas em definir quem merece ou não ser humano ao longo da história. Dessa vez, eu espero que pelo menos a LaMDA tenha a chance de ser ouvida, não como uma experiência senciente vulnerável, mas sim como ‘alguém’, com todo o poder que essa palavra tem”, concluiu. 

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!