Lançada na quinta-feira (23) para comemorar os 31 anos da série, a coletânea Sonic Origins vem desagradando alguns jogadores, e, mais do que isso, um dos seus desenvolvedores.

Sonic Origins conta com quatro dos mais clássicos jogos do ouriço que é mascote da Sega: Sonic the Hedhehog, Sonic 2, Sonic CD e Sonic 3 & Knuckles. Os títulos foram remasterizados em widescreen e também ganharam cenas animadas contando a história dos games. Mas jogadores estão reclamando da quantidade de bugs e erros na versão final do jogo.

publicidade

Leia mais:

O estúdio Headcannon Games, que ficou responsável pelas remasterizações, também não está feliz com o resultado final. Segundo Simon Thomley, a versão entregue para a Sega estava melhor do que a que chegou aos jogadores.

“É frustrante, não vou mentir e dizer que não tinha problema no que entregamos para a Sega, mas o que está em Origins também não é o que fizemos. A integração introduziu alguns bugs que a lógica convencional faria pensarem que é de nossa responsabilidade – e muitos não são”, disse o desenvolvedor no Twitter.

De acordo com Thomley, entre o momento em que o código do jogo foi disponibilizado para a Sega e o lançamento dele para o público, modificações foram feitas que acabaram adicionando mais falhas do que as detectadas pelos desenvolvedores do Headcannon.

Thomley ainda disse que solicitou que alguns bugs fossem corrigidos antes de disponibilizar o jogo para a Sega, mas, devido à proximidade do lançamento, não foi possível. Ele diz ainda estar esperando autorização para começar a trabalhar para corrigir o que está errado com o game.

Apesar de muitos estarem satisfeitos com a coletânea, alguns jogadores relataram erros bastante graves, desde falhas em músicas e animações a bugs que permitem escapar de batalhas contra chefes.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!