De acordo com atualização mais recente da Organização Mundial da Saúde (OMS), já são 3.413 diagnósticos de varíola dos macacos em 50 países. Desses, 21 estão no Brasil, com o caso mais recente detectado nesta quarta-feira (29) no Rio de Janeiro, conforme divulgou O Globo

Confirmado pela Secretaria Estadual de Saúde (SES – RJ), o paciente é o quinto identificado no estado. Dos outros casos 14 estão em São Paulo e dois no Rio Grande do Sul. 

publicidade
Varíola dos Macacos
Varíola dos macacos já possui mais de 3 mil casos em todo o mundo; número no Brasil sobe para 21. Imagem: Shutterstock/Tatiana Buzmakova

Segundo o Ministério da Saúde, há ainda 20 casos suspeitos sendo investigados no Rio de Janeiro; Rio Grande do Sul; Ceará; Acre; Rio Grande do Norte; Distrito Federal; Goiás; Mato Grosso do Sul; Espírito Santo; Paraná e Santa Catarina. 

Na última sexta-feira (24), o Brasil registrou os primeiros casos de transmissão local. Os pacientes foram identificados no Rio de Janeiro e, diferentemente da grande maioria dos diagnosticados, não possuíam histórico de viagem internacional, classificando-os como casos autóctones. Além deles, mais três pacientes em São Paulo também entraram para a lista de transmissão local.

Ao todo, o Brasil notificou 90 casos suspeitos desde que o Ministério da Saúde tornou o registro obrigatório para a varíola dos macacos. Desses, 50 foram descartados. 

Leia mais! 

Vacinação varíola dos macacos 

Esta semana, os EUA intensificaram a vacinação contra a varíola dos macacos. Segundo informações da AFP, o país adquiriu um lote de 56 mil doses do imunizante, que deverá ser disponibilizado imediatamente para a população elegível. 

Para o Brasil, a atualização mais recente sobre a vacinação contra a doença sinalizou que o Ministério da Saúde já está negociando a compra das vacinas. Segundo o Secretário de Vigilância em Saúde, Arnaldo Medeiros, em entrevista ao Metrópoles, uma reunião com o fabricante já aconteceu e a Organização Pan-Americana de Saúde (Opas) irá intermediar a aquisição. 

Vale lembrar que, atualmente, não existem tratamentos ou vacinas específicas para a varíola dos macacos, mas os surtos serão controlados com o imunizante da varíola comum, de acordo com a OMS. 

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!