O YouTube anunciou que, a partir de 29 de julho, não será mais permitido ocultar a contagem de inscritos em canais. O método é uma maneira da plataforma evitar spams, já que algumas pessoas usam nomes de famosos para criar perfis falsos e aplicar golpes.  

Apesar de reconhecer que alguns criadores podem preferir não mostrar o número de inscritos, o YouTube aponta que a medida é necessária para conseguir reduzir o número de perfis fakes na plataforma. 

publicidade

Leia também!

Além disso, a plataforma também vai proibir o uso de caracteres especiais nos nomes dos canais. Essa estratégia era adotada por pessoas mal intencionadas que substituíam uma letra do nome de um canal original a fim de criar uma cópia.  

O YouTube informou também que vai liberar uma ferramenta para maior controle dos comentários dos vídeos. Não há mais detalhes sobre o recurso, mas espera-se que seja mais fácil de controlar os comentários maldosos e spams que surgem na seção de comentários. 

Logo do YouTube
Imagem: Shutterstock

TikTok remove 20 milhões de contas de menores de 13 anos

O Relatório de Aplicações de Diretrizes da Comunidade do TikTok, divulgado nesta quinta-feira (30), apontou que a rede social removeu mais de 20 milhões de contas no primeiro trimestre de 2022. Este número representa os perfis removidos por suspeita de pertencerem a menores de 13 anos, o que fere as políticas da plataforma.

A plataforma revelou também ter excluído cerca de outras 20 milhões de contas identificadas como falsas e outras 3,3 milhões por motivos diversos. O TikTok informou que atingiu um recorde histórico de 102 milhões de vídeos excluídos. 

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!