Como previsto, a Samsung começou a produzir seus chips de 3nm, deixando a rival TSMC para atrás. A produção em massa está prevista para o segundo semestre desse ano.

Ao serem comparados com os chips de 5nm, os novos processadores com arquitetura de transistores GAA (Gate-All-Around) terão um desempenho 23% mais rápido, com eficiência energética 45% melhor, além de ocuparem uma área 16% menor.

publicidade
Funcionários da Samsung mostram os novos chips de 3nm
Funcionários da Samsung mostram os novos chips de 3nm / Divulgação: Samsung

Além disso, a Samsung também conta que a segunda geração do seu chip de 3nm irá além, com desempenho até 30% melhor, com uma redução do consumo de energia de até 50%, ocupando uma área até 35% menor.

Isso é possível pela tecnologia Multi-Bridge-Channel FET (MBCFET), que resolve as limitações de desempenho do FinFET, segundo a Samsung. Os novos chips usam tecnologia de nanosheets com canais mais largos, que podem ser ajustados para atingir os objetivos de desempenho e eficiência energética dos clientes da Samsung.

O Dr. Siyoung Choi, presidente e gerente de Foundry da Samsung Electronics, diz que a empresa “vai continuar sua inovação ativa no desenvolvimento de tecnologias competitivas, assim como construir processos que ajudem a atingir uma rápida maturidade de tecnologias.”

Produção de chips de 3nm da Samsung será na Coreia do Sul

Os novos processadores serão produzidos inicialmente na Coreia do Sul, mas a segunda geração só deve começar a ser produzida em 2023.

A produção deve começar na fábrica de Hwaseong, mas eles também serão produzidos em Pyeongtaek em um segundo momento. Além disso, sabemos que a nova fábrica da Samsung no Texas também conseguirá produzir chips de 3nm, só que ela vai entrar em operação em 2024.

Leia também:

Via TechCrunch e The Verge

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!