Segurança e Privacidade

Ataque DDoS vindo da Rússia derruba sites do governo norueguês

02/07/22 15h09

Imagem: PX Media/Shutterstock

A Agência de Segurança Nacional (NSM) da Noruega confirmou a derrubada de diversos sites importantes do público local – incluindo páginas do governo – devido a um ataque DDoS executado, segundo os agentes, por grupos de hackers favoráveis à Rússia.

“DDoS” é a sigla em inglês para “Negação Direta de Serviço”, uma modalidade de ciberataque que consiste, de uma forma bem resumida, de encher uma determinada página com tantos requisitos de acesso que seus servidores de hospedagem simplesmente não comportam o volume e param de funcionar, deixando a página alvo completamente inacessível.

Leia também

Ataques DDoS executados por hackers a favor da Rússia são consequência do apoio de nações europeias à Ucrânia, na atual guerra no Leste Europeu (Imagem: Frame Stock Footage/Shutterstock)

A NSM não atribuiu o ataque a nenhum grupo específico, mas ressaltou que o grupo Legion/Cyber Spetsnaz usou o Telegram para publicar uma lista de alvos de interesse noruegueses recentemente. Alguns destes alvos listados batem com as páginas derrubadas.

O mesmo grupo já foi implicado em ataques similares contra a Lituânia, Romênia e a Itália, que tiveram organizações de toda natureza impedidas de agir, sempre pelo mesmo método.

Todos os alvos têm em comum o apoio oferecido à Ucrânia na guerra russo-ucraniana, declarada pelo presidente russo Vladimir Putin em 20 de fevereiro de 2022.

“Os ataques são direcionados a um número de grandes empresas norueguesas que oferecem importantes serviços à população”, disse um comunicado assinado por Sofie Nystrøm, diretora da NSM.

“Em vista da atual situação de política de segurança, a NSM, em maio, pediu que as empresas do nosso país se certificassem de suas preparações contra ataques DDoS”, ela continuou. “Nós vimos ataques similares ocorrerem em outros países, mas nenhum deles teve efeitos duradouros. Esses ataques ainda poderão causar incertezas na população, e dar a impressão de que nós somos alguma peça na atual situação política na Europa”.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Deixe sua opinião
Tags