A tecnologia 5G, enfim, começará a ser implantada no Brasil nesta quarta-feira (6). E a primeira cidade a receber a quinta geração de internet móvel será Brasília. A informação foi dada por Moisés Moreira, conselheiro da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), ao g1.

A faixa será a de 3,5 gigahertz, que era considerada a principal no leilão realizado em novembro de 2021.

publicidade

No início de junho, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) aprovou a proposta do grupo técnico para estender até 29 de setembro o prazo para a entrada em operação da tecnologia 5G nas capitais do país. Antes, o prazo era 31 de julho e foi estendido para cumprimento das obrigações necessárias à ativação da tecnologia. Isso porque, nas capitais onde já houver condições técnicas, o sinal poderá ser disponibilizado antes. 

Leia mais:

Faixa 3,5GHz

Apesar da alteração na data, está mantido o cronograma que estabelece a entrada em operação gradualmente até 2029.

A faixa de 3,5GHz, usada pelo 5G, também é utilizada para transmissão do sinal da TV parabólica. A limpeza é necessária para não prejudicar quem assiste TV aberta e gratuita por meio dessa tecnologia de radiodifusão.

Para não haver interferência, o sinal das parabólicas será transferido para outra faixa de frequência, e a faixa de 3,5 GHz será usada somente para o 5G. Kits de recepção do novo sinal das TVs parabólicas serão distribuídos à população.

Mas a crise no fornecimento dos chips necessários para a produção dos equipamentos afetou o cronograma, assim como os efeitos da pandemia de Covid-19, principalmente na China.

Mudança legislação municipal

Grande parte das capitais e outros municípios brasileiros deverão mudar a legislação municipal para se adequarem às normas da Lei Geral de Antenas. O objetivo é atender à necessidade de instalação de, no mínimo, uma antena por 100 mil habitantes.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!